Cheap Monday propõe união de moda e preço

É após um bom desempenho de um brechó, que Örjan Andersson e Adam Friberg se juntaram a Lasse Karlsson para abrir uma nova loja no centro de Estocolmo, que no princípio revendia multimarcas, mas no ano de 2005 passou a vender a grife própria, nomeada de Cheap Monday.

Hoje a grife é reconhecida mundialmente por seu jeanswear de personalidade e, como o próprio nome já anuncia, o custo X benefício. “Nossa ideia é continuar oferecendo aos consumidores moda a um ótimo preço”, afirmam os proprietários da marca.

Atualmente a Cheap Monday é vendida em 30 países e 1.500 lojas ao redor do mundo. Além de desfilar na Estocolmo Fashion Week e expor seus produtos Bread&Butter Berlim.

Na última edição da feira, a marca apostou em jeans mais conceituais em lavagens black e blue e efeitos vintages como bigodes marcados, puídos e pontos de luz. O diferencial fica por conta da aplicação de outros tecidos.

A grife também abusou do efeito “marca d’água”, além da acid washed. Confira a galeria de imagens.

MARCELA LEONE | FOTOS: EQUIPE GUIA JEANSWEAR