Coats lança linha de costura produzida a partir de garrafa PET reciclada

Multinacional líder em fabricação de linhas de costura, a Coats acaba de anunciar o lançamento do portfólio Drima EcoVerde, que traz a primeira linha sustentável para uso doméstico da América do Sul. O produto é feito 100% de plástico reciclado – a partir de uma garrafa PET são produzidos mil metros de linha.

“Trata-se de uma linha de costura revolucionária, que possui versatilidade de aplicações, demanda menos energia para fabricação da matéria-prima e permite redução significativa na emissão de carbono, com preservação do meio ambiente e economia de recursos naturais”, afirma Mara D’Alema, gerente de produto da Coats para América do Sul.

Para a produção do produto final, as garrafas PET passam por uma série de processos: são coletadas, lavadas, classificadas e moídas em flocos. Em seguida, esses flocos são despolimerizados em seus componentes originais (EG e PTA) e convertidos em nova matéria-prima de poliéster.

Segundo a empresa, a Drima EcoVerde foi projetada para criar costuras atraentes e duráveis em ampla variedade de tecidos e materiais. De sedas delicadas e roupas de lazer a jeans robustos, o produto garante excelente formação de pontos e aparência de costura.

“Com a Drima Eco Verde, os consumidores poderão participar ativamente da retirada de milhares de garrafas PET da natureza, ou seja, utilizarão um produto que já costumavam consumir, mas agora fazendo bem ao planeta e a todos nós que vivemos nele”, conclui Mara D´Alema.

Vale destacar que, no Brasil, a Coats foi a primeira empresa têxtil a utilizar água de reuso e deixar de consumir água potável nos processos industriais, o equivalente ao abastecimento mensal de 765 famílias. A empresa ainda participa do Pacto Global da ONU, em atenção aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável para 2030.

Fonte: Redação | Foto: Divulgação