Coleção Sob Medida é a novidade da Etical

Para a estação Primavera-Verão 2017 a Etical, reconhecida empresa que desenvolve inúmeras opções de etiquetas, traz o tema SOB MEDIDA: “Nossa coleção traz o despertar de uma nova estação, onde estimular desejos e originar vontades se torna imprescindível para o sucesso dos produtos.


A palavra “despertar” revela vários significados, tais como estar aberto às mudanças positivas, conhecer melhor a própria empresa (seu próprio negócio) e sua capacidade criativa, acompanhar o ciclo de vida dos materiais, contar uma história encantadora através dos produtos e sentir prazer em trabalhar. Sem essa sensação, nada parece realmente fazer sentido”, afirma Diogo Higino, responsável pelo marketing. Tudo feito sob medida, com soluções personalizadas para cada empresa.

Entre os principais tons estão o ouro/dourado remetendo ao nobre e sofisticado. Matérias-primas naturais ganham destaque como o papelão com aspecto artesanal. “Tanto a cor, quanto a matéria-prima escolhida, são matérias de características fortes, numa linguagem minimalista. Assim representamos visualmente a coleção através da fita métrica (medição corpórea) como parte dos elementos gráficos”, comenta Diogo. Confira os quatro temas da estação.

Encontro de culturas – Jogos de padronagens expressivos. Moisáicos hexagonais. Complexas configurações de design. Artesanato global. Materiais e fios criam formas vívidas. Texturas irregulares e estruturas emboladas. Formas geométricas emendadas e retalhadas. Fios envoltos. Recortes, sobreposições e pregueados.

Fronteiras urbanas – O industrial se encontra com o doméstico. Pátinas desgastadas, tingimentos suaves. Metais enferrujados e destruídos são adornados com florais. Cotidiano tradicional. Sentimento caseiro. Colchas de retalhos e os novos contrastes. Camadas de papeis de parede descascadas. Vasos trincados. Habilidoso reparo decorativo.

Onda digital – Degradês aerografados. Esfumados bicolores. Tecnologia de iluminação. Mídias digitais. Grafites urbanos. Obras de arte pós-digital. Nostalgia analógica. Sucatas de materiais misturados. Textos recortados e colados decorados com bordados. Acabamentos metálicos refletivos. Formas fundidas e amorfas. Gradeados, treliçados, amarrados. Ângulos agudos, dobras retorcidas.

Pausa – Movimento articulado 3D. Ondulares. Facetas articuladas. Luxo reavaliado. Opoluência reconsiderada após redução de formas com denotação de requinte e estilo. Dualidade entre exposição e proteção. Opacidade transparente. Formas abraçadas. Interconectividade. Prazeres sensoriais. Franjas, pelos ou penas. Cócegas, alisam, acalmam. Vidros e resinas com acabamento espiritual, mineral ou tipo quartzo.

REDAÇÃO | FOTOS: DIVULGAÇÃO