Conforto e leveza são as palavras-chave da estação nas tecelagens

Já há algum tempo o mercado jeanswear vem se transformando e, adquirindo novos rumos tanto pela revolução tecnológica de fios, máquinas, lavanderia e modelagens quanto por sua capacidade de se transformar e absorver inúmeros estilos e inspirações nunca antes pensados dentro do segmento.


Para o Verão 2017 confirmam-se tendências que já vêm permeando o mundo fashion valorizando principalmente o conforto, suavidade, leveza e aspecto limpo e nobre dos tecidos. Reunimos aqui as apostas das principais tecelagens que apresentaram suas coleções neste mês em São Paulo como Vicunha, Canatiba, Santista Jeanswear, Covolan, Capricórnio e Cedro Têxtil.

Todas os showrooms visitados trouxeram artigos leves, ideais para camisaria ou peças em denim que vêm ganhando força no vestuário feminino como macaquinhos, salopetes, vestidos, tops croppeds, t-shirts, quimonos, macacões ou saias evasês. Tais artigos revelam pesos bem leves e fios especiais como o liocel que conferem um toque extremamente suave e brilho, valorizando as peças ou ainda a mistura de algodão com cetim ou poliéster.


Na contramão de todo esse frescor do Verão surgem também inspirações mais rústicas onde as tramas ganham novas texturas e aparências diferenciadas. Pesos acima de 9, 10oz podem ser trabalhados de inúmeras maneiras em lavanderia com destroyer e aspectos useds valorizando o artesanal e tonalidades como o cru e o branco. Mistura de blue black e acinzentados também vão fazer sucesso na estação. E, por falar em cores, os azuis vivos tornam-se tendência dividindo-se em inúmeras tonalidades com um quê setentinha.

Outra grande referência desta temporada é o conforto conquistado através dos fios de elastano com power que chega a 80%, onde as peças podem muito bem passear entre a academia e a festinha à noite, tamanha a elasticidade e beleza dos modelos. Além disso, são artigos que não deformam e não laceiam, “voltando ao lugar” depois do uso. Ainda seguindo essa pegada mais esportiva continuam fazendo sucesso os moletons com cara de denim que ganham beneficiamentos manchados com tie dies e respingos, tudo bem street com aspecto do “faça você mesmo”.

O cuidado com o meio ambiente, com a moda descartável e a valorização de um produto atemporal que possa ultrapassar as estações também é preocupação de algumas empresas que trazem artigos que proporcionam a economia de água ou produtos químicos em lavanderia e, até na sua produção em modelos que consigam durar mais que uma temporada, principalmente em tempos de crise.

Entre os beneficiamentos sugeridos pelas tecelagens estão muitos rasgos com efeitos marmorizados, flocos de neve, manchas, desgastes, amassados, barras viradas em outros tons, patchs também com mistura de lavagens, muitos recortes com reservas de cor e, técnicas inovadoras em tie dye e dip dye. O baby blue e o delavê fazem sucesso em pesos leves, principalmente nos tops, saias com abotoamento frontal, macacões ou calças bem larguinhas. As flares surgem em diferentes lavagens com destaque para as lavagens amaciadas e super limpas e, cinturas mais altas. Há ainda variações das pantalonas e pantacourts, nova modelagem, mais curta que aos poucos vêm ganhando espaço nos looks das mulheres mais antenadas.

No estilo alfaiataria os recortes geométricos surgem com a mistura de estampas na técnica de patchwork em peças limpas valorizadas pelos tons e modelagens. Para incrementar as peças no raw surgem detalhes bordados, pedrarias ou brilhos, tudo muito bem pensando e analisado, sem exageros. Colors e estampas foram vistas também, mas em menor quantidade, valorizando muito mais o aspecto limpo com as novas nuances de azuis.

VANESSA DE CASTRO | FOTOS: EQUIPE GUIA JEANSWEAR / DIVULGAÇÃO