Construções simuladas e customizadas

Nas grandes feiras internacionais os bolsos relógio tem com frequência se resignado à construção original, salvo alguns novos formatos propostos nas peças mais enfeitadas. Trata-se de uma consequência do grande foco nas estampas e acabamentos intensos que monopolizam as atenções do jeans.



Todavia para o mercado nacional, o índigo que realmente ganha valor de mercado, é o que possui “jogadinhas” de detalhes e sacadas decorativas nos bolsos relógio e bolsos traseiros. Para a nação que se acostumou à peças mais vaidosas e curvilíneas, e que possui um poder de compra numeroso porém limitado, faz-se uma exigência um bom repertório de “surpresinhas” para guardar neste importante elemento que dialoga com os bolsos frontais, coordenando-o estilo dos demais elementos da peça.



A interpretação inédita pode ser mais descomplicada do que se imagina, através de enfeitadas simulações de bolsos relógio e frontais com pedrinhas termocolantes e reservas de índigo.



Para alguns públicos, o diferencial pode ser apenas um metal irreverente, como uma caveira, ou um mix de tecidos encantador como os crochês que tem se destacado nas coleções de grandes nomes como a Topshop.



Propomos três diferentes peças, completas nas vistas traseira e frontal, com foco nos bolsos relógio. Cada uma para um diferente segmento, oportunizando também a leitura de detalhes que extrapolam o tema tais como aplicações, termolocantes, lavagens, materiais em evidência e metais que transmitem exclusividade na temporada. Para ressaltar o tema, algumas sugestões avulsas, explorando apenas o detalhe do bolso relógio, para facilitar o giro de peças mais triviais das coleções e contemplar o visual que vem sendo identificado nas temporadas de verão e inverno 2014.


VIVIAN DAVID / CROQUIS: VIVIAN DAVID