Denim com seda é destaque no Milano Unica

A 16º edição do Milano Unica, feira de moda italiana que ocorreu entre os dias 6 e 8 de fevereiro de 2013 em Milão, fechou suas portas registrando um aumento de 5,5% de visitantes em comparação com a mesma edição em 2012, com cerca de 18.000 visitantes.


O humor que definiu a feira era de agilidade e seus corredores estavam absolutamente lotados a despeito da diminuição dos expositores que eram de 440 na edição de Fevereiro de 2012, e foram reduzidos para 417 na edição em questão. Um número que representa -5,6% de expositores, dispostos no mesmo espaço das edições anteriores da feira: 62 metros quadrados.


O universo denim permaneceu como uma fonte de inspirações-chave para muitos fabricantes de tecidos. A fábrica Bocchere, especializado na manufatura de seda, apresentou sua novidade “Denim Loves Silk” , uma série de índigos chambrays e denins confeccionados com 62% algodão e 38% de misturas com seda, disponível em pesos que variam de 6 a 3/4 oz para o denim. A Cotonificio Albini também optou por uma série de algodões e chambrays interpretados em tecidos índigos.


A despeito da queda total de 5,1% em 2012 nos produtos têxteis manufaturados italianos, registrando aproximadamente 8 bilhões de euros nas vendas totais (euro de 8,365 bilhões em 2011), a edição que está por vir do Milano Moda Unica em Beijing irá apresentar um aumento de 128 expositores (mais de 35% do que no ano anterior quando hospedou 95 companhias).


REDAÇÃO | FOTO: REPRODUÇÃO