Denim é material trendy nos demais segmentos

A leitura do denim como material desejo, com status elevado perante as coleções de inverno e verão 2014, já está devidamente confirmada e assimilada pela pirâmide de lançamentos de moda. Diante de tal evidência, não apenas o próprio segmento jeanswear aproveita a alta do material, através da ampliação do mix em denim mas também outros segmentos vem se apropriando de suas oportunas características de durabilidade, e sua condição desejada, para atualizar seus produtos.


No jeanswear, o impacto da alta do material ganha repercussão através do desdobramento da matéria prima em acessórios nada convencionais tais como mantas em chambray. Uma “sacada” que faz sucesso nas lojas virtuais, especialmente pela marca “Amercian Apparel”. Para o público teen, mochilas são propostas bastante comerciais, capazes de elevar toda a coleção em denim.


Nas marcas com sólido posicionamento em denim, tais como Diesel e Stradivarius o denim com seu aspecto lavado migra para os peep toes femininos, sneakers e alpargatas masculinas. Junto com a linguagem jeanswear, migram também tachas, spikes, couro e puxadores diferenciados.


Na Converse All Star, o material também ganha espaço, em diversos produtos que propõem complementar os looks totais em denim. Cadarços com visual índigo, puídos, mix de lavagens e bordados diferenciam as peças que atendem à tal proposta.


No mix de bolsas da temporada, a leitura mais chic elege as estampas de bicho reformuladas, padronagens em alta na temporada. As lavagens delavé também se destacam, com metais prata polidos. Na Vans, até mesmo o tie dye e o bleached são linguagens incluídas no mix de sapatos.


Sugerimos como uma estratégia de valor para o inverno 2014, a inclusão de alguns acessórios, ou mesmo a formação de parceirias, para o desdobramento dos mix de produtos em denim em novos artigos. Algumas idéias são de simples inspiração, como as mantas de chambray, que podem ganhar influências decorativas como patches ou bordados. Aos fabricantes de matérias primas, um alerta para a receptividade de novos parceiros como o segmento pet por exemplo. Nossa galeria de imagens traz exemplos garimpados de lojas virtuais, que contemplam com maior velocidade tais desdobramentos.


VIVIAN DAVID / FOTOS: REPRODUÇÃO