Denim luxuoso em styling desconexo é o apontamento da Vogue Austrália

Punk luxuoso, com atitude de alta moda; mesclado ao discurso de subversão. É com este formato, que a Vogue Austrália apresenta o denim no editorial “Dark Side of The Moon”. Nele, o material foge completamente do uso corriqueiro. A proposta para o índigo desta vez, é noturna, agressiva, transitando do vestido de festa desolado, aos combos conceituais com atitude de afronta.



Na primeira imagem, a inspiração punk é comunicada pela combinação da jaqueta essencial com a calça skinny em lavagem ácida: e nada mais. O inconformismo da referência, é transmitido pela sugestão do styling desconexo, que propõe a parte superior do look vestida ao contrário, reforçando a estética da calça que simula o desenho da traseira na vista frontal. Mas esta, é apenas a primeira coordenação que apresenta esta ideia para o denim: no decorrer das produções, a mesma lógica irá marcar coordenações de casacos e saias, e sugerir o total experimentalismo no ato de vestir.



Nos demais looks, temos a calça reta em blue denim, alterada em seus contornos por plumas espalhadas no entrepernas. Em seguida; combos em paleta black estruturada ou ácida e luminosa, pontuados por saias realizando sobreposições com o jeans. Em aparência rabiscada e irregular, ou descarregada e ornamentada por patches; ambos os looks exploram a idéia de poluição urbana, seja por correntes, rasgos, ou aplicações.



Mas as silhuetas mais direcionais constam nas produções com jeitão de luxo consternado: como o vestido tomara que caia sobreposto ao jeans com maxi-barras. De acordo com o editorial, o rompimento com os códigos do vestir, e a rebelião das camadas do look, representam uma forte inspiração para as interpretações em denim.

VIVIAN DAVID | FOTOS: REPRODUÇÃO