Diferentes estilos e propostas em vestidos para a temporada

Dentro do mix de produtos no segmento jeanswear, um dos itens que vem se destacando bastante é o vestido. Marcas que nunca apostaram no produto, agora começam a ficar de olho nas possíveis variações apresentadas que seguem diferentes estilos e faixas etárias. Assim como as saias, eles ganham cada vez mais destaque em shapes inovadores e criativos que passeiam do look despojado ao sofisticado, modificando tecidos, aviamentos e shapes.


Neste especial para o Inverno 2018 os vestidos podem ser utilizados tanto em artigos leves no chambray, com fios nobres como o liocel quanto em artigos pesados com um quê utilitário e sempre com aspecto limpo. Entre as principais tendências temos os anos 70 com seus decotes de ombro a ombro e bordados florais que podem vir em diferentes lavagens – do baby blue ao bruto – com opções de mangas longas com franzidos ou mais curtas. Ainda seguindo o étnico artesanal, a ideia é apostar nos pompons coloridos que já vêm permeando o denim em diferentes peças. Aqui eles surgem nos babados do vestido soltinho e super clean. Versões midi com bordados que remetem ao “hand made” fazem sucesso com recortes no baby blue.


Já o modelo chemise não pode faltar, e a cada estação ele volta renovado com barras assimétricas, bordados florais e, martingales nas mangas ou ainda com referências à década de 70 com rendas, flores e também decote de ombro a ombro. O estilo t-shirt ganha ilhoses e leves navalhados com barras desfeitas.


Numa pegada mais romântica os babados e cintura marcada fazem sucesso em modelos rodados ou evasês. Para as marcas que investem no estilo sexy o tubinho super justo revela decote nas costas e ainda vem com detalhe de ilhoses por toda a peça; Com referências utilitárias, bolsos aparentes, zíperes, botões dourados e faixas na cintura chamam atenção tanto no blue quanto no black.


Para ocasiões especiais onde o traje ganha glamour e sofisticação, que tal mesclar tecidos como o tule, juntamente com recortes e lavagens diferentes no look inspirado no clássico da Dior? Há ainda versões com mangas curtas e flores salpicadas no vestido com franzidos e laço na cintura. Já a fluidez dos modelos alongados, ora ganham mangas bufantes e recorte abaixo da cintura, ora surgem no shape evasê com abotoamento frontal.


Para o público mais jovem as jardineiras não saem de moda tão cedo e, aqui ela ganha um visual mais comportado no estilo lápis, usada com camisa super feminina. Há ainda opções divertidas com poás no vestido soltinho.

VANESSA DE CASTRO | FOTO: REPRODUÇÃO