Do bruto ao delavé com estampas e tecnologia

Assim como no São Paulo Fashion Week o denim tornou-se “figurinha fácil” em diferentes marcas do Fashion Rio, ganhando status de luxo, saindo da básica calça jeans e invadindo saias, vestidos, macacões e tops croppeds.


Nas marcas que se apresentaram em São Paulo, ele veio mais escuro, limpo, com aspecto de alfaiataria. Já nas grifes que desfilaram no Rio, o jeans veio mesclado a tons claros, estampadas e aspectos vintage.
A tecnologia é outro fator muito importante no segmento, onde o conforto é valorizado com o elastano e construções com mistura de fios. Porém a última novidade é a tecnologia do fio Emana® da Rhodia nos tecidos da Canatiba em calças que prometem reduzir a celulite em peças apresentadas no desfile de Alexandre Herchcovitch.


Alexandre trabalhou recortes, joelhos e cotovelos marcados em sarjas com aspecto de couro ou no denim bruto em vestidos, saias longas com plissados, macacões e parkas. A lavagem mais escura ganha resina com brilho em peças sofisticadas e super cleans em diferentes grifes como R. Groove, Espaço Fashion e Iódice (que complementou com aviamentos dourados conferindo mais luxo ao denim).


Estampas e texturas também são muito bem vindas no Inverno e, podem surgir em peças leves como os vestidos, saias e tops com jacquard da 2nd Floor, sarjas estampadas com organza na Espaço Fashion ou ainda o craquelado no denim da TNG. A marca trabalhou ainda com foil dourado, rendas e aviamentos dourados.


Grifes moderninhas como Coca-Cola Jeans e Oh, Boy! investiram em tonalidades mais claras no delavé super leve, em fits confortáveis e bordados com paetês (Oh, Boy!) e um mistura de patchwork de tons, além da sarja branca em peças com pegada esportiva na Coca-Cola Jeans.

VANESSA DE CASTRO | FOTOS: AGÊNCIA FOTOSITE