Especial Tecelagens: dos tecidos mais pesados ao conforto do stretch

O mês de novembro recebeu diferentes lançamentos para o Verão 2016 das principais tecelagens que apresentaram suas novidades em eventos próprios ou durante a última edição da Première Vision São Paulo. Destacamos aqui os must have da estação.


Muitas empresas vêm apostando no power stretch com diferentes fios que permitem uma elasticidade de até 50% com retorno total do tecido, sem deformar, e o melhor, com muito conforto e aspecto suave, como na Canatiba, Capricórnio, Cedro, Covolan, Tavex e Vicunha. Essas tecnologias também invadem o segmento masculino com denims que garantem mais conforto, como foi visto na coleção da Tavex.


Outra grande tendência que chegou para ficar é a malha moletom com aspecto denim e, mais uma vez valorizando a modelagem, seja ela justa ou mais soltinha em tecidos ultraconfortáveis. Na Canatiba esse artigo ganha novos tons e estampas. A tecelagem traz cores como mostarda, vermelho, vinho e lavagens que passeiam entre os delavês, manchados, riscos e craquelados e ainda algumas resinas com aspecto de couro.


Os tons de azuis clarinhos, baby blue chegando ao royal também vão fazer sucesso no Verão 2016, ainda mais com a tendência que vem dos anos 70 em calças boca de sino e flares. A Vicunha e Capricórnio oferecem esses produtos valorizando a cor limpa e brilhante do azul. E, com aspecto mais bruto, os denims pesados são perfeitos para interferências vintage com puídos, rasgos, desgastes, patchs aplicados. A Capricórnio apresentou diferentes peças com efeitos useds com muitos rasgos, manchados e furos.


Avesso colorido (Covolan), tonalidades que se revelam na lavanderia (Vicunha), camisaria estampada (Covolan), resina oil e colors e estampados, principalmente em camisas (Cedro) surgem para enriquecer ainda mais o segmento jeanswear valorizando os tecidos, modelagens e interferências e, sempre pensando no toque suave, conforto, fios nobres e cuidados com o meio ambiente em produções ecologicamente corretas.


Em lavanderia a Cedro aposta em manchas tie dye, colors com o avesso diferente, pontos de luz, esbranquiçados, delavê com pontos mais escuros, colors com reserva de cor. No masculino, estampas gráficas e denims com leves puídos.


A Covolan trouxe o denim moletom com total descarregamento de cor e manchas, denims mais escuros com bigodes, riscos e esbranquiçados, patchs e avessos coloridos. Já a Paraguaçu destaca o denim cinza e o aspecto de moletom com muitos desgastes.


Na Tavex, modelagens skinny, slim, jogging, comfort e retas vêm trabalhadas no delavê com manchas, no black com marmorizados, em fios nobres com aspecto artesanal. O azul intenso e, brilhante ganha manchas localizadas. Já as camisas vêm com respingos, listras e efeitos tie dye, também vistos em diferentes peças e tons. A Vicunha também seguiu essa tendência em lavanderia, inovando ainda com a técnica shibori, vinda diretamente do Japão, onde os desenhos são simétricos. Ainda na Vicunha ressaltamos o denim azul royal com costuras marcadas, beneficiamentos vintage com técnicas mais discretas, suaves e naturais, colors com amassados e bigodes, tons diferentes na mesma peça em denims leves e limpos, estampas a laser e manchas amareladas.

VANESSA DE CASTRO | FOTOS: EQUIPE GUIA JEANSWEAR / DIVULGAÇÂO