Estilos de recortes e construções em alta no Inverno 2016

O grande público amante do jeans com frequência oscila entre dois comportamentos de compra distintos: por um lado, a busca pelo jeitão básico através de fisionomias conhecidas e legítimas, e por outro, a procura por uma peça exclusiva, marcada por um desenho “diferente” que foge do estereótipo convencional.



A pressa que exige organização através de bolsos funcionais, a vaidade que pede construções e curvas beirando a luxúria, o humor romântico que remete ao estilo princesa, a mensagem de desapego dada pelo discurso hand made, e o conforto de cortes ergonômicos modernizados pela influência biker são algumas propostas que se repetem nas coleções, definindo os estilos que se legitimam como pertinentes para a temporada correspondente ao Inverno 2016 nacional, para referenciar o desenvolvimento dos ítens mais estruturados e singulares dentro do mix da temporada.



Entre eles, está a influência militar, mais criativa, com alguns detalhes se mostrando fortes nas coleções, como o cós de 4 cm traspassado por dois botões nas calças, o mix de cargos interpretadas em leituras mais românticas, o casaco carpinteiro enfatizando o formato “squared”, e os bolsos utilitários servindo de pretexto para experimentalismos e customizações.



Outro ponto bastante direcional, é o formato blocked, que na temporada é colocado com apelo étnico e exótico, a exemplo da coleção da marca Customização, que remete ao andarilho com cobertores e ênfatiza o patchwork. Nas demais marcas encontramos diálogos com o estilo, através de pequenos detalhes explorando a linguagem do jeans, como reservas de pigmento lembrando remendos, e valorizando o entrepernas de fits básicos.



Já o estilo biker se renova pela associação com as lavagens mais claras. Assim temos calças com acabamentos macios e devorês, pontuadas por modelagens ergonômicas e urbanas como joelheiras, recortes curvos no entrepernas, palas circulares, e recortes que não poluem o visual final, valorizando o jeans com jeitão de pijama. No mix cinza a leitura se torna mais sedutora, com laterais trabalhadas, tecidos mais encorpados, mix com couro, fechos aparentes e desconstruções. Já no outerwear, temos a ênfase no shape ajustado e na gola padre ou careca.



Por fim, destaque para os detalhes ousados da marca My Puzzy, pois sabidamente existe em território nacional um público que busca roupas com a finalidade de explorar a sensualidade e mesmo revelar o corpo. Nossa galeria agrupa imagens inspiradoras com os principais estilos que referenciam as peças da temporada que fogem do padrão neutro no quesito design.

VIVIAN DAVID | FOTOS: EQUIPE GUIA JEANSWEAR