Estilos e posicionamentos que vão enfeitar o inverno 2015

Tachas multicoloridas, spikes gigantes, pérolas e pedrarias volumosas. Para conveniência da indústria denim nacional, as coleções de inverno 2015 internacionais estão repletas de referências e linguagens renovadoras no quesito aplicações. O jeans mais trabalhado e enfeitado da temporada, se desdobra em linguagens e lógicas distintas, proporcionando influências que vão desde a aparência dos aviamentos, até o posicionamento dos mesmos nas peças finalizadas.



Uma das linguagens mais chamativas identificada nas coleções, dialoga diretamente com a macrotenência eco-friendly: trata-se do agrupamento de tachas e rebites em cores, tamanhos e formatos diversificados. Com um posicionamento livre e profuso nas peças, tal aparência cria um discurso de reaproveitamento, e quase sempre vem acompanhada de retalhos em outros materiais, pontuando lavagens médias e devorês. O posicionamento, busca preencher e salientar algumas áreas, com uma lógica semelhante ao “respingo aleatório”, em barras de skinnies, decotes careca, palas e lapelas. Entre as marcas que trabalharam este visual, destaque para a Charms, 2w, e Madonna.



Já os estilos mais relacionados à vaidade, colocaram novamente em evidência as pérolas e pedrarias volumosas e coloridas, com jeitão de bijuteria, acrescentando uma idéia colecionável e preciosa às peças. Os posicionamentos criam desde contornos de metais e pedras em bolsos frontais, até aplicações mistas desenhando “colares” ao redor de colarinhos, ou compondo o efeito de pulseiras em punhos. Também nesta lógica, constam os cativantes devorês decorados por pedrarias e pérolas, e os pontos de luz ou pedras espaçadas cobrindo toda a superfície de shorts ou skinnies.



Para as propostas mais urbanas, temos os termocolantes organizados diferenciando golas, bolsos relógio, recortes de bolsos traseiros. Ainda neste discurso urbano, temos também os spikes, que desta vez surgem mais arredondados e em agrupamentos mistos com tachas meia-bola. Golas completas, laterais e coletes representam seus posicionamentos prediletos.



Por fim, a lógica de compôr desenhos étnicos ou padrões florais nas peças através dos aviamentos, especialmente trabalhada pelas marcas MAC e Gaudi. E aqui, salientamos mais uma afinidade para referenciar as coleções femininas nacionais.

ViVIAN DAVID / FOTOS:EQUIPE GUIAJEANSWEAR