Febratex e Agreste Tex sofrem alterações e ganham novas datas

A pandemia do novo coronavírus voltou afetar as feiras têxteis que aconteceriam em 2020. A primeira delas foi a Febratex, Feira Brasileira para a Indústria Têxtil e de Confecção, que acontecerá apenas em abril de 2021. As mudanças também atingiram a Agreste Tex, Feira de Tecnologias para a Indústria Têxtil e de Confecção, que está agendada para março de 2022.

Ambas as feiras já haviam sido adiadas recentemente. A Febratex esteve prevista para fevereiro de 2021 em sua última alteração, enquanto a Agreste Tex estava agendada para outubro deste ano. Os eventos são organizados pelo Febratex Group.

De acordo com os organizadores da Febratex, as alterações no evento tem sido feitas em diálogo constante com a com expositores e Parque Vila Germânica, local em que será realizada a feira na cidade de Blumenau, em Santa Catarina. A escolha pela nova data foi detalhada pelo grupo organizador.

“Muitos expositores apontaram que fevereiro poderia não ser o melhor mês para a realização da Febratex em função do período de verão e do Carnaval. Diante da situação e com as notícias de que a vacina para imunização contra o Coronavírus tem excelentes perspectivas para ser amplamente distribuída no Brasil entre o final de 2020 e início de 2021, decidimos adiar o evento para o mês de abril, entre os dias 13 e 16”, apontou o Febratex Group.

Agreste Tex chega prevista para ocorrer entre os dias 29 de março e 1 de abril de 2022 na cidade de Caruaru, em Pernambuco. O Febratex Group e a Associação Comercial e Empresarial de Caruaru (ACIC), que também atua na promoção do evento, comentaram que a participação das empresas exige planejamento com antecedência, com contratações, transporte de máquinas, passagens e hospedagens, o que seria mais uma dificuldade, considerando que havia três meses para a realização do evento.

“Visto que até hoje o plano de reabertura do Governo do Estado de Pernambuco e demais poderes não contempla uma data exata para a volta dos eventos, e mesmo com todo o esforço do Febratex Group, em conjunto com os demais promotores e Centros de Eventos do Brasil, ao criar e apresentar um Protocolo de Retomada Segura para as Feiras de Negócios, não conseguimos avançar com a autorização das entidades públicas para a liberação da nossa atividade profissional, o que traz insegurança para todos”, indicaram os organizadores em nota oficial.

Para mais informações, acesse febratex.com.bragrestetex.com.br.

Fonte: Redação | Foto: Divulgação