Filme sobre Yves Saint Laurent estreia no circuito nacional

Estreia hoje no circuito nacional o tão esperado longa Yves Saint Laurent, a cinebiografia autorizada do estilista francês, famosíssimo por sua genialidade. Dirigido pelo também francês Jalil Lespert e acompanhado de perto pelo companheiro de longa data de Saint Laurent dos seus 20 poucos anos até sua morte em 2008, Pierre Bergé, o filme foi lançado antes do tempo, para sair à frente de outro filme com o mesmo título, não oficial e dirigido por Bertrand Bonello, com previsão de lançamento para maio. O filme retrata o início de sua carreira como estilista, em 1958, quando assumiu a direção da Maison Christian Dior, e suas dificuldades em lidar com a fama.

No papel de Yves Saint Laurent, Pierre Niney conquistou a crítica com sua atuação fiel ao espírito criativo e perturbado de um dos maiores nomes da moda. Niney mergulhou em arquivos de Yves Saint Laurent, passou horas com amigos íntimos e teve aulas de alta-costura para entender melhor a personalidade e o universo no qual o estilista francês viveu a maior parte de sua vida. Em diversas entrevistas, Pierre Bergé afirmou que Niney se parecia tanto com Yves que foi até difícil de vê-lo atuar.

Outro filme também sobre o estilista francês já havia ganhado boas críticas e prêmios internacionais, O Louco Amor de Yves Saint Laurent (L’Amour Fou – 2010) é um documentário narrado por Pierre Bergé e aborda o relacionamento de mais de 50 anos dos dois e conta também com entrevistas e depoimentos de vários amigos do estilista, incluindo sua musa Catherine Deneuve.

Se você ainda precisa de mais um bom motivo para correr aos cinemas, nós te damos um: Yves Saint Laurent foi responsável por incluir a calça no guarda-roupa da mulher com o lançamento do Le Smoking, em 1966, concedendo às mulheres trabalhadoras da época um apelo masculino necessário principalmente em ambientes corporativos.


Confira o trailer:

Quer mais indicações de filmes de moda? Fique atento aqui no blog, pois estamos preparando um especial recheado de bons figurinos e boas atuações para os amantes do cinema.

Por: Marina Colerato | Imagem: Reprodução