Fit evasé e pantalonas sonhadoras na Organic

O guarda-roupa confortável e sonhador, explorado com sensualidade. Esta foi a principal proposta do desfile da Organic by John Patrick, na estréia da temporada de desfiles do New York Fashion Week, que teve início hoje. Peças simples, propondo volumes fluidos, transitaram em uma espécie de fusão entre a leveza do pijama e o lado sensual da alfaiataria. Camisolas românticas, e graciosos cortes evasé com atualizações no comprimento e na cintura, colocaram para a temporada a silhueta trapézio em materiais vaporosos e tons leves como informação principal.


O formato predominou como essência das modelagens dos casacos longos, saias, vestidos e calças de alfaiataria, cujo toque “molinho” chic e fantasioso, dado pelo diálogo com a ambiência sonhadora da coleção, acrescentou sensualidade às peças. Destaque também para o visual colocado para o fit pantalona, caracterizado por leveza nos cortes e visual amassado enfatizando o jeitão vestível das peças. A saia lápis mais longa, também foi incluída no mix, seguindo os mesmos moldes de leveza dos materiais empregados nas demais peças da coleção, Por fim a paleta de cores, enfatizou os azuis macios e rosas esfumaçados.


Embora os tecidos utilizados tenham passado longe do visual índigo, nossa análise chama atenção para algumas antecipações colocadas por este desfile, que de imediato vem se mostrando influente pela crítica de moda global, como a simplicidade do mix eleito para compôr as peças, bastante apropriado para a interpretação em chambray, por exemplo. Também, a aparência amassada dos tecidos, em pesos leves e confortáveis. Destacamos ainda, as cinturas elevadas, o retorno intenso da modelagem evasé, a continuidade dos tops com barriga à mostra e um ambiente favorável para temas que explorem a moda com naturalidade. Sem esquecer da paleta macia, que nas feiras focadas em denim, foram colocadas como consistentes apontamentos para a sarja.


ViVIAN DAVID / FOTOS: REPRODUÇÃO