Guess anuncia melhora nas vendas do Norte da América

A Guess comunicou os resultados calculados sobre as estimativas do segundo trimestre devido às vendas superiores ao esperado no norte da America, repassando um resultado parcial superior à 18% após o fechamento no mercado de bolsas. Os números evidenciam uma melhoria de cerca de 10%, comparados ao trimestre anterior. O território norte americano contabilizou cerca de 40% das vendas totais da companhia.


“Nossa maior prioridade este ano tem sido melhorar as tendências de vendas no varejo da América do Norte. Nós vimos uma nítida melhora na composição das projeções de vendas em comparação com o primeiro trimestre”, comenta Paul Marciano em reunião com analistas.


Muitos varejistas de roupas norte-americanos como Abercrombie&Fitch, e Aeropostale, tem divulgado vendas fracas com consequência dos discretos gastos investidos pelos clientes. Tal cenário culminou na vantagem dos pesados descontos e competição agressiva de preços.


Marciano coloca que a companhia tem recorrido à descontos equivalentes aos demais, porém a competição de preços tem impulsionado as vendas do mix em denim e dos vestidos da marca. As vendas totais subiram 0,6% para o valor de 639 milhões de dólares. As vendas no varejo norte Americano ficaram acima de 1%, enquanto os rendimentos da net caíram em um percentual de 7%, comparativamente ao mesmo período do ano anterior.


REDAÇÃO / FOTOS: REPRODUÇÃO