H&M se inspira nos anos 90 e aposta em coleção eco-friendly

Lançando sua nova linha Primavera-Verão 2021 internacional, a H&M afirmou estar dando “mais um passo ousado nos seus esforços de sustentabilidade”. A marca trouxe um foco ecológico para a coleção, que se inspira nos anos 1990 com peças mais descontraídas, que tem sido uma preferência dos consumidores no último ano devido à pandemia da Covid-19.

Segundo a marca, as peças oferecem uma “combinação de elementos esportivos com minimalistas dos anos noventa”, com uma paleta de cores reduzida e neutra. Entre os destaques da linha, está um moletom de capuz cropped sem mangas, um vestido de alças com um detalhe franzido na lateral e um colete em denim sem mangas com bolsos remendados. A coleção inclui diversos “vestidos fáceis de usar”, além de tops, blazers, shorts com elástico na cintura, jeans e uma gabardina.

A nova coleção é produzida com Agraloop Biofibre, fibra fiada a partir de resíduos de colheitas agrícolas, que teve sua estreia na na H&M Conscious Exclusive no Outono-Inverno 2020. O uso do material expandiu agora para as coleções principais, o que a empresa diz ser mais um exemplo de como utiliza a linha estreante como incubadora de novas tecnologias e materiais.

Com o lançamento, a H&M se vê “liderando a mudança na indústria da moda ao escalar novos materiais inovadores como a Agraloop Biofibre, que aumentou em alcance e quantidade utilizada desde que foi introduzida pela primeira vez na H&M”.

Há ainda outros materiais mais sustentáveis utilizados (alguns não tingidos) incluem jérsei de algodão orgânico, denim e popelina, e linho orgânico.

Fonte: Redação | Fotos: Divulgação