Idea 4D da Audaces permite impressão dos modelos em 3D

Integração entre criação, logística e produção – pré-requisito para um fast-fashion de sucesso; e também, para uma maior eficiência na etapa do desenvolvimento de produto. Foi deste ponto de partida, que surgiu a idéia da concepção de uma versão mais avançada do que o Idea 3D; e o ideal de um software dedicado aos estilistas que incluísse a variável tempo como fator determinante para uma experiência mais real. Foi com esta visão, que a catarinense Audaces, que exporta equipamentos de automação para confecções para mais de 70 países; apresentou seu mais novo produto em seu espaço de exposição da Febratex 2016: o Audaces Idea 4D.



No novo software, além do ambiente de criação digital que permite o desenho das roupas sobre o manequim com volume; é possível também imprimir o modelo em uma impressora 3D. De acordo com Claudio Grando; sócio diretor da companhia, a nova metodologia permitida pelo programa permite que o designer possa se dedicar unicamente à criação; cortando processos técnicos morosos para a etapa do desenvolvimento; como a elaboração da ficha técnica. De acordo com o executivo, também as preocupações que envolvem modelagem deixam de ser influência para o momento da criação. “É muito mais fácil para um modelista, compreender informações que são entregues para ele comunicando volume desta forma”, comenta. “Com o Idea 4D, é possível passar direto do desenho da roupa para a peça piloto”.



Durante a simulação de uso do software no espaço ocupado pela companhia, muitas ferramentas foram demonstradas, e por conseguinte; dúvidas foram esclarecidas. No Idea 4D, é possível simular durante o desenho, as características de peso, rigidez e caimento do tecido. Logo, medidas como giro de barra, larguras de saia, e volumes são transferidas com precisão ao profissional que irá realizar a modelagem. A proposta então, é evitar que sejam feitas muitas pilotagens até a aprovação da peça final, tornando acessível medidas fiéis e precisas para o modelista. Até mesmo gastos excessivos de tecidos podem ser identificados na etapa de criação, e repensados antes que ocorram os famosos “protótipos arrependidos”.



As demais conveniências do software anterior, como espelhamento dos dois lados – ou isolamento para criações assimétricas – permanecem disponíveis no Idea 4D. Assim como a biblioteca de imagens, fundamental para quem trabalha com jeans catalogar os efeitos e customizações de cada temporada. Em síntese, está dada a largada para um cenário com mais espaço para criatividade, e comunicação entre as áreas da indústria.


VIVIAN DAVID | FOTOS: VIVIAN DAVID