Índigos e brins Vicunha se destacam nas passarelas do Fashion Rio

A semana de moda carioca confirmou que o jeans é o highlight para o inverno 2014. Black denims, resinados, metálicos e o blue jeans original estiveram presentes nas passarelas, com variações no streetstyle e alfaiataria. Neste cenário, índigos e brins Vicunha foram selecionados para peças-chave elaboradas por Herchcovitch, tng e R. Groove.

A Vicunha marcou presença na passarela de Alexandre Herchcovitch com a sarja Azealia como base das jaquetas masculinas, minissaias plissadas, vestidos e calças super recortadas, combinando o acabamento resinado que garante ao tecido o visual de couro com um brilho metalizado levemente dourado.

O índigo Celine, de tonalidade azul intensa, recebeu perfeitamente os recortes e plissês de macacões e parkas. Sem interferência de lavagem, as peças passaram apenas pelo processo de amaciamento, preservando a cor original do jeans. O tingimento black superintenso do denim premium Max Drake apareceu na jaqueta feminina ajustada ao corpo e na versátil parka masculina com modelagem ampla e confortável.

Além do visual do couro metalizado, o desfile da TNG mostrou um jeans branco de aspecto craquelado, que também dominou os looks na passarela. O efeito foi aplicado sobre os denins premium Max Drake e Arika, que receberam o processo sobre base raw. As cores preta e azul intensa, original dos tecidos, ficaram aparentes apenas nas costuras, interior dos bolsos, lapelas e avesso das golas de jaquetas e coletes, um contraste interessante ao visual. Até a camisaria, criada sobre a sarja de brilho acetinado Veneza, recebeu o efeito.

Mas o blue jeans também teve espaço na coleção, e dividiu, com sua versão black, os diferentes modelos de calças. As bases escolhidas foram Max Drake, Becky – black – e Julia – blue. Texturas, zíperes, patchwork, rasgados e puídos foram os efeitos escolhidos para aplicação sobre o tecido em sua versão raw.

A alfaiataria jovem e contemporânea de Rique Gonçalves, à frente da marca R. Groove, trouxe uma composição leve e cool ao guarda-roupa masculino. Foram destaques em seu desfile as calças pretas em corte reto, produzidas a partir da sarja Veneza. Com estrutura densa e toque acetinado macio e confortável, o tecido também foi a aposta para o conjunto irreverente e no estilo boêmio de jaqueta e calça brancas. O camisão irregular e solto, combinado à camiseta transparente que brinca com a silhueta masculina em uma pegada mais fetichista, foi produzido a partir do brim de construção 100% algodão Moore, de toque macio e empapelado, para mais leveza e conforto à peça.

O brim Wash Affinity Ellie foi a escolha para dar forma à camisetas recortadas e leveza aos conjuntos de calça e parka, característica essencial para o inverno tropical. A ousadia na utilização de cores fortes em peças com ar despojado marcou a coleção do jovem músico e estilista, que abusou de tons como o verde, o vermelho e o azul-turquesa no brim Ellie, superversátil

REDAÇÃO | FOTOS: DIVULGAÇÃO