Inverno 2016 elege detalhes que priorizam conforto

Atualizar um fit através da renovação do visual da lavagem e reformulação dos bolsos traseiros não é simplesmente uma prática comum nas marcas de jeans, é também meio caminho andado para uma peça com apelo comercial e bom resultado nas vendas. Em função desta peculiaridade, o olhar atento para as renovações na traseira da peça figuram como hábito constante, e também como uma exigência para referenciar equipes de desenvolvimento. Mesmo com as diferenças de gostos e preferências do público feminino nacional, que prefere o bolsinho enfeitado e vaidoso, as marcas globais trazem novos “expertises” na apresentação dos filigranas, são ricas em detalhes, jogadinhas de pespontos, formas, e sobretudo, se destacam como referências para o menswear por explorar a linguagem do jeans priorizando o estilo “unissex” nas peças.



Na temporada de Inverno 2016, uma das lógicas mais trabalhadas entre as marcas é o trabalho de volumes e saliências tanto no filigrana quanto na construção. O visual do embossing aplicado nas lavagens macias como o delavé se destaca em marcas como Mavi e Mustang, alcançando uma leitura delicada nas peças femininas, e salientando o discurso de conforto nos ítens masculinos. Além do filigrana em relevo, a charmosa “sacada” de quebrar a borda do bolso com recortes inclinados é explorada com intensidade, e salientada por pespontos que acompanham o movimento gerado pela construção.



Ainda na idéia de reinventar a aparência dos filigranas, as Marcas Japonesas se destacam com as interpretações em estampas localizadas falhadas. Outro grande apelo é dado pela mistura de materiais nas peças, a exemplo da marca Bogner, que acrescenta atitude no fit flare ao alternar os bolsos traseiros entre avesso e direito.



Filigranas mais finos e interrompidos por recortes constam como discurso moderno para o menswear, enquanto lapelas agressivas trabalham o tema rock`n`roll nas calças com visual destroyed. Já no mix feminino, pequenos bordados em formato de estrela simulam a aparência de tachas, e enfeitam a traseira da peça em locais evitados por metais, e libertando a mesma de desconfortos ou desagradáveis efeitos colaterais, como o do temido jeans que “arranha” pinturas de carro. Confira as imagens, capturadas nas feiras Bread&Butter, Premium e Panorama.

VIVIAN DAVID / FOTOS: EQUIPE GUIAJEANSWEAR