Itaguaçu Ferreira relança o catálogo ‘Concept Fashion’

O estilista e editor de moda Itaguaçu Ferreira, um dos pioneiros no segmento jeanswear, acaba de relançar seu catálogo “Concept Fashion” destinado ao mercado denim – confecções e lavanderias, totalmente atualizado e super completo com as principais tendências que seguirão nas futuras temporadas.

“Esse catálogo hoje estaria fazendo 30 anos, foi o primeiro de jeans do Brasil e, o primeiro a entrar na América do Sul, na Argentina, Peru e Colômbia, que me possibilitou dar palestras na região e, depois foi comercializado na Colombiatex”, afirma Itaguaçu Ferreira.

A nova edição tem como objetivo fornecer informações e designers para pesquisa de coleções. Ele vem montado manualmente e explora a arte do desenho pelo profissional que está há 45 anos no mercado trabalhando com pesquisas internacionais. Ideias e detalhes são os diferenciais do book que teve sua primeira tiragem em 1999.

“Eu tentei obedecer, exatamente, o trabalho que eu sempre fiz, é a minha concepção. O editorial mostra a minha opinião do que é o mercado daqui para frente”, comenta o estilista e editor de moda.

Ele conta ainda que o catálogo apresenta sua experiência de chão de fábrica reunindo encaixe, qualidade de produção, tipo de máquina, layout, lavanderia. Além disso, o conteúdo não segue uma estação específica, é um veículo de observação para profissionais de modelagem e criação que buscam por coleções sem sazonalidade.

“Ele é um formador de ideias, quando você o compra, é para pesquisar, então não é sazonal, é um catálogo de cabeceira, você quer um detalhe, encontra ou através de um desenho, você tira dois, três modelos, essa é a ideia do Concept”, detalha Itaguaçu.

Segundo o estilista, tendência é uma síntese do que realmente está acontecendo e do que move o futuro e para ele a modelagem da vez é a loose fit, deixando um pouco de lado a skinny. Ele destaca os shapes tradicionais e croppeds que continuam em alta.

O “Concept Fashion” reúne essas e outras variedades de shapes com inspirações que atendem um mercado cada vez mais antenado com o segmento jeanswear no mundo.

Itaguaçu Ferreira e as CEOs do Guia JeansWear, Marlene Fernandes e Iolanda Wutlz

Para Itaguaçu, nós não temos uma moda brasileira, sempre copiamos de fora e nunca conseguimos projeções internacionais de nossas marcas, porém, o jeans nacional é formador de opinião no mundo, devido sua produção, criação e estilistas especializados no segmento. Porém, faltam marcas com personalidade, porque ainda seguimos as tendências da Europa.

“Falta o glamour da grande marca do jeans. O segredo é criar uma personalidade própria que a gente não encontra ainda. É preciso dar oportunidade para os criadores colocarem para fora o que pensam”, afirma Itaguaçu. E, complementa: “A mulher brasileira quer praticidade e conforto e o jeans é sinônimo disso”.

Trajetória

A história do estilista começa nos anos 70, onde juntamente com Daniel Maia iniciou sua carreia nas confecções do Rio de Janeiro, em uma época que não existiam estilistas e pesquisas internacionais em campo. Já em São Paulo descobriu o Bom Retiro e o Brás onde aprendeu muito sobre o mercado de moda.

Seu primeiro jeans comprou em uma importadora e desgastou com água sanitária e aí surgiu a ideia de criar em lavanderia em cima do jeans.

“O Brás sempre foi uma referência, sempre trabalhando com o jeans. Esse foi o caminho que a gente percorreu, descobrindo a Europa, fazendo pesquisas e aí começaram os vários grupos de viagens para fora e se iniciou um novo caminho de pesquisa de moda, mas nunca tivemos uma moda brasileira, nós não temos. Nossos estilistas tentaram, mas não conseguiram”, relata Itaguaçu.

Fonte: Vanessa de Castro | Fotos: Equipe Guia JeansWear