Jeans às claras

Segue aqui um importante esclarecimento: que o azul índigo é a cor legítima do segmento jeanswear – isso ninguém discute. É claro, todo mundo sabe disso! Mas claramente o white denim é uma tradição nas coleções.


Ele faz parte da elite do look streetwear. Através dele, as informações de moda da temporada são passadas à limpo – todo e qualquer excesso é eliminado e o design ganha ares bem mais caprichados. Por isso mesmo são peças essencialmente minimalistas.


Na Timezone o volume é a principal informação das peças em white denim, que vem em shape cenoura e denim de peso leve. Enquanto isso, acabamentos internos ganham tratamento vip na Firetrap com estampas e costuras impecáveis.


Já em marcas como Nolita, Mustang e Replay as formas são mais ajustadas e os aviamentos são escolhidos à dedo e aplicados com muita discrição. Metais dourados são detalhes sofisticados, enquanto taxas e aplicações em prata polido emprestam toques delicados e limpos às peças. As parcerias de luxo com cintos de couro branco ou em tons contrastantes com detalhes em metais dourados são frequentes e emprestam notabilidade.


E se o vintage continua em alta, é claro que ele ganhou versões em white denim. Em marcas como a Salsa e Take Two ele vem com charmosos buracos e devorês espalhados na área do entrepernas.


Há também a nata do mix de produtos em white denim as jaquetas e tops. A Diesel não deixou passar em branco tal diferencial e inseriu em sua coleção um belo exemplar de jaqueta com pespontos escuros e fechos com puxadores de couro espalhados na frente e recorte na barra das mangas. Já a Milk Roses, apostou na camisa em white denim amassadinha.


Cartas na mesa, e o denim às claras: o branco é uma opção leve, luminosa para passeios de elite, formalidades despojadas, compromissos dispensáveis ou indispensáveis, frivolidades inadiáveis e é claro, para um dia-a-dia muito mais caprichado!


VIVIAN DAVID| FOTOS: EQUIPE GUIA JEANSWEAR