Jeans com fios de ouro e modelagens atléticas são destaque na feira Liberty

Visual upcycle estilo Frankenstein, corpos atléticos inspirando novas fórmulas para modelagem e ouro 24 quilates diferenciando as bordas do denim selvedge. Estes foram alguns lançamentos inovadores, colocados pela mais recente edição da feira Liberty NY para a temporada de Verão 2020 (equivalente a Verão 2021 nacional).

 

Como de praxe, o evento se diferenciou por representar através das marcas, lançamentos direcionais em um formato mais fashion, street e trabalhado comparativamente às feiras Europeias. E é esse perfil, que a torna um interessante observatório para o mercado nacional: ainda predomina em nosso país a preferência pelo design mais comunicativo em detrimento ao essencial. Mesmo no mercado masculino.

No tópico fits, destaque para a linha AW Selvedge Co, estreante no evento. Criada pelo jogador de futebol americano Andre Willians, que não conseguia encontrar modelagens para o seu biotipo; a marca ganhou visibilidade por alertar para a oportunidade de mercado de se reconhecer os diferentes tipos de corpos que representam o homem atual. A coleção ofereceu nove estilos de jeans pensados para o corpo masculino desenvolvidos com denim selvedge japonês. Além dessa linha, a grife também apresentou a DKSchin, um sortimento feminino com inspiração biker.

O evento também evidenciou alguns caminhos tomados pela demanda por conforto. No mix masculino, a peça-chave dessa busca ideal – as bermudas – enfatizaram ainda mais essa característica pela inclusão do denim moletom como material protagonista para a estação. Além da oferta experimental e bem sucedida do item no material, a feira sublinhou o valor das estampas a laser nas malhas com visual jeans em coleções como a da marca Kato.

A ideia de recriar a moda através do seu próprio arquivo morto, interpretando a reciclagem de forma mais literal, através do visual costurado e emendado evidente, foi o ponto alto da Nova Iorquina Bobby Day. Peças únicas misturando macacões com chinos, ou blusas de bandas de rock fixadas por ilhoses no entrepernas do jeans usado são alguns exemplos.

Grifes populares pelo DNA apegado à alfaiataria, surpreenderam no evento com um visual muito mais streetwear, validando a força dessa direção para o Verão 2020. Entre os exemplos, destaque para a Krammer & Stout, que alterou completamente o perfil das suas peças indo de encontro a esta tendência, apresentando modelos desenvolvidos em jeans de 10 a 12 Oz. Há ainda a Day Galo Punks, que apostou em diversas peças denim diferenciados por pinturas manuais em cartelas fluorescentes.

Ainda entre as sugestões colocadas para a feira para o mix masculino de Verão, destaque para as calças minimalistas sem cós, reforçadas por elásticos internos personalizados estilo logotipia, da japonesa West’s Overalls.

A menina dos olhos da feira foi de fato a coleção Naked & Famous, que apresentou um jeans com fios banhados a ouro 24 quilates, e outro em denim selvedge com a auréola em ouro 18 quilates. Ainda no mix da marca, destaque para o modelo de jaqueta e jeans Friendship, ambos caracterizados por listras horizontais estilo arco íris, e confeccionados pela união de quatro diferentes tipos de denim.

Os modelo de calça e jaqueta Sakiori, manufaturados a partir da reciclagem de fios tecidos de denim descartados. Cores sólidas, estampas irreverentes, e desenhos com visual de tattoo caracterizaram o mix estampado de marcas como Superdry, Ed Hardy e Kuala. Também os modelos de calças cargo, permanecem como um grande tópico para ao look masculino da estação.

Fonte: Vivian David | Fotos: Divulgação