Lavagens e efeitos para o mercado nacional

As propostas lançadas no mercado global de jeans, ao entrar no mercado nacional, dividem-se entre as que vingam e as que são rejeitadas. Algumas porém, crescem a ponto de se tornar parte do DNA da nossa nação. Foi o que aconteceu com a sacada da atualização dos fits e peças básicas, por meio das interpretações em sarjas ou lavagens coloridas diferenciadas, que para um país de paletas exóticas, caracterizado por um perfil feminino mais saliente, a lógica caiu como uma luva.



A fidelização e o apreço à esse tipo de visual mostrou-se mais cativante ao nosso público ávido por novidades e também ao modo como se organiza nosso parque industrial. Assim sendo, o giro por novas versões da calça colorida se faz uma necessidade e atualmente, o cenário nacional dispõe tanto de sarjas com cartelas e aparências atuais, quanto de novas e multicoloridas lavagens.



Note-se que a sarja vêm seguindo os passos do denim e sendo incluída em todos os processos aplicáveis ao jeans. Como consequência, nas propostas mais frescas das lavanderias em colaboração com as tecelagens, você verá acabamentos coloridos resinados com toques emborrachados, perolados, coated e mesmo desbotados com reservas de pigmento que podem inclusive, colocar uma segunda cor na peça. Sem esquecer da linguagem vintage, que vem sendo aplicada nos tons avermelhados, no azul cobalto, tons esverdeados e em maior importância no laranja chic ou ferrugem: uma confirmação das passarelas e feiras internacionais.



Além dos toques e reservas de pigmento, as lavagens valorizam o avesso, com um tom mais intenso ou mesmo trazendo para a peça uma cor alheia ao pigmento principal. Nossa galeria visa abastecer os assinantes, com referências de lavagem passíveis de acompanhar as criações das equipes de desenvolvimento, para reprodutibilidade das mesmas, com o devido alinhamento das peças para com as tendências globais que se mostram consistentes para o mercado nacional.

ViVIAN DAVID / FOTOS: EQUIPE GUIAJEANSWEAR