Leitura cândida e nostálgica para o denim na Anthropologie

A marca Antropologie possui cheiro de naftalina em seu DNA. O interior de suas lojas são essencialmente nostálgicos, e a decoração frequentemente remete à um imenso guarda-roupa antigo e repleto de peculiaridades usáveis. Não se trata de uma marca global, tampouco de uma referência para o segmento jeanswear em geral já que a mesma distribui multimarcas. Mas sim de uma excelente inspiração para quem atende ao público feminino com lifestyle doce, apegado aos brechós, à nostalgia e às relíquias do tempo.


As interpretações dadas aos looks com jeans em seu catálogo de fevereiro 2013, no editorial “Eye Candy” trazem delicadas leituras alinhadas à fisionomia da temporada verão 2014. Cinturas altas, saias lápis e elementos decorativos inspirados em azulejos portugueses. Estampas florais são aplicadas com bom gosto no denim bruto. No mix de marcas que compõem o peculiar estilo, referências pouco conhecidas como Holding Horses e Megaflore.


O repertório de formas da temporada de verão 2014 é contemplado em coerência com uma beleza mais cândida e jovial. Camisas em squared denim comportadas e frescas, saias lápis femininas com visual de boa moça, e colors delicados fazem parte do repertório. Se o seu público é feminino, jovem, nostálgico e delicado atente para esta boa referência.


VIVIAN DAVID / FOTOS: REPRODUÇÃO