Lojistas do Brás se preparam para atender os clientes na reta final antes do Natal

Há poucos dias do Natal, lojistas do Brás se preparam para atender os clientes na reta final das vendas. Após um longo período de pandemia e o início de uma reabertura gradual, o varejo da região trabalha em horários ampliados – no último domingo, as lojas chegaram a abrir até às 14h.

A Fevabrás (Federação dos Lojistas e Atacadistas do Brás) estima alta de até 15% nas vendas natalinas, em relação ao mesmo período do ano passado.

“Estamos trabalhando para este ser o Natal da superação e recuperação“, diz Federação dos Lojistas e Atacadistas do Brás (Fevabrás), Gustavo Dedivitis. “O comércio do Brás é extremamente dinâmico. Os lojistas da região sabem trabalhar com custos enxutos. Neste momento de desemprego e inflação, é excelente termos preços competitivos, mas com produtos de qualidade, afirma Dedivitis. “E neste Natal, isso se acentuará ainda mais”, acrescenta.

O presidente lembra que, no Natal passado, o comércio de todo o Brasil – o Brás vende para lojistas de todo o território nacional – ainda sofria os efeitos das restrições da pandemia de Covid-19. “Esse ano, com o avanço da vacinação e redução de casos, os lojistas têm mais segurança para trabalhar”, ressalta ele.

O número de pessoas que frequentam diariamente o Brás nos meses normais é de 400 mil, subindo para 800 mil nesta época próxima das festas de final de ano. O número de ônibus com excursões de compradores também chega a dobrar, passando de 300 por dia, na média, para 600.

Fonte: Redação | Foto: Reprodução