Marisa adere medida e fecha lojas como precaução ao Covid-19

Assim como a Renner, Riachuelo e C&A, a Marisa Lojas S.A. decidiu fechar suas lojas físicas no Brasil como precaução a pandemia do novo coronavírus, o Covid-19. A medida segue por tempo indeterminado, valendo tanto para unidades em shopping centers quanto em rua.

A varejista mantém o funcionamento de sua loja virtual, com colaboradores das áreas administrativas atuando de maneira remota. O diretor de relação com investidores e vice-presidente financeiro e administrativo da empresa, Adalberto Pereira dos Santos, garantiu que a administração “se manterá alerta sobre os desdobramentos do assunto e informará qualquer outra deliberação”.

Vale destacar que, na última sexta-feira, a empresa divulgou seus últimos resultados financeiros. A Marisa registrou crescimento de 7,0% nas vendas em mesmas lojas durante o ano passado, sendo +9,5% no quarto trimestre. Segundo a varejista, este foi o “melhor resultado de vendas dos últimos quatro anos”.

Já no e-commerce, o crescimento foi de 61,3% em 2019, e 68,2% no quarto trimestre, impulsionado pela estratégia digital de omnichannel, que representou 40,3% dos pedidos do canal. O lucro bruto do varejo foi impactado positivamente pelas vendas e cresceu 4,6% no ano, com margem bruta de 48,8% (-1,2 pontos percentuais) no quarto trimestre.

Fonte: Redação | Foto: Divulgação