Minidocumentário confere visibilidade aos avanços da circularidade no jeans

Marcas de denim estão lançando sua primeira coleção baseados no manual de Redesign da Fundação Ellen MacArthur, uma instituição de caridade registrada no Reino Unido que visa repensar e construir a estrutura de uma economia circular. Recentemente, marcas como Boyish, Triarchy e Weekday tem lançado produtos baseado nos princípios de moda circular recomendados pelo mesmo. Gap, Reformation, Lee e Wrangler estão prontas para lançar seus próprios produtos baseados nas diretrizes recomendadas pelo manual nos próximos meses.

Para dar mais visibilidade à chegada destas coleções, a Fundação Ellen MacArthur lançou um minidocumentário que destaca a importância e o progresso do manual Jeans Redesign ao longo das marcas

O filme compartilha os avanços para educar o consumidor final acerca da sua responsabilidade no consumo e na produção do jeans. O minidocumentário será compartilhado através dos canais das mídias sociais da Fundação.

A Ellen MacArthur Foundation trabalhou com mais de 80 experts em Denim para desenvolver o manual Jeans Redesign, o qual foi lançado o ano passado. O material enumera os requisitos mínimos para que o jeans tenha durabilidade,  materiais seguros na composição, e esteja apto a reciclagem e rastreabilidade ao longo do seu percurso na cadeia.

Entre as informações contidas no manual, destaque para a afirmação de que o jeans pode resistir a um mínimo de 30 lavagens domésticas. Também para o alerta de que um jeans com potencial circular deve conter  informações claras quanto aos cuidados do produto ao longo do seu uso.

O manual recomenda também que os produtos em denim tenham um uso mínimo de 98% de fibras de celulose provenientes de métodos de cultivo regenerativos, orgânicos ou alternados e ser livre do uso de químicos perigosos.

Ainda segundo o guia da Fundação Ellen MacArthur, aviamentos como rebites devem ser projetados para ser removíveis do jeans, ou completamente eliminados do mesmo. Em geral, toda sorte de metais – como fechos e demais aviamentos, devem ser fáceis de ser retirados para não impedir que a peça tenha circularidade ao longo da cadeia.

As marcas que seguirem o Guia da Fundação devem comunicar na própria peça, a forma como cada exigência está sendo contemplada. Dessa forma, as mesmas podem usar um logo da fundação, o qual será renovado anualmente.

As tecelagens de Denim possuem uma exigência adicional; a implementação do ZDHC em sua produção e um volume máximo de descarte de água  limitado ao valor de 0,025 m³ por jarda (aproximadamente 0,91 metros de tecido) ou menos.

AGI Denim, Artistic Milliners, Cone Denim, DNM, House of Gold e Prosperity textiles estão participando da iniciativa.

Confira o minidocumentário na íntegra:

 

Fonte: Vivian David | Fotos: Reprodução