Portal WGSN apresenta tendências

Paralelamente ao SPFW, a WGSN sempre promove palestra com as principais novidades pesquisadas para as próximas estações e, nesta edição foram apresentadas por Catriona Macnab, diretora criativa do portal e mentora de projetos de extensão e novos produtos, as três macro-tendências para o outono-inverno 2012/13.


Com o tema Um mundo, infinitas possibilidades, a moda se divide entre multiculturas e estilos de vida, além da busca pelo simples e sustentável.

Hypercultura: inspirada em diversas culturas ocidentais e orientais como China e África onde a web democratiza esta história global com novas estéticas e múltiplas influências, inclusive de antigas tradições. As cores passeiam entre as fortes, sintéticas e pastéis.

No feminino, destaque para a estética japonesa como as coleções de Kenzo da década de 80, além de lãs grossas que envolvem o corpo. Há ainda a mistura de estampas geométricas, xadrezes e indígenas.


No masculino, as padronagens são fragmentadas, com pespontos decorativos e tecidos reversíveis.
Para as crianças, toque urbano e casual em sarjas com detalhes e cores brilhantes, além de muitas estampas.





Neutralidade Radical: em meio ao caos urbano a busca pela neutralidade se torna essencial, com rostos e roupas unissex, estruturas minimalistas, produtos com múltiplas funções. As cores são suaves.


No feminino, destaque para Yamamoto na década de 80, silhueta sem gênero definido, com formas que se afastam do corpo, tecidos naturais, barras inacabadas, tecidos amassados, cortes a laser em contraste a alfaiataria em tecidos sintéticos.


Para o masculino, a alfaiataria vem minimalista com golas e lapelas estreitas, silhueta alongada, efeitos de sombreamento, looks esculturais e austeros. Já as crianças usam peças unissex com produções diferentes.





Eco Hedonismo:novo luxo mesclado à natureza, sustentabilidade, estética enigmática, hedonista. Cores terrosas, além do vermelho escuro, ocre, laranja queimado.


No feminino, os ombros são exagerados, decotes altos e muitas camadas, além da transparência, penas e peles.


No masculino, tecidos transpassados, tweed, jacquard, brim e cambraias em silhuetas drapeadas.
Para as crianças, a mistura de texturas lisas e rústicas.





Top Ten – WGSN


– calça flare ou boca de sino (anos 70)

– vestido reto (anos 60)

– camiseta modernista e minimalista

– calça capri em cores vivas

– blazer boyfriend atualizado com paletó smoking, meio andrógino

– saia lápis midi

– camiseta com decote V para os homens

– jaqueta de trabalho para os homens

– jaqueta no estilo camisa, mais leve em algodão encerado ou escovado

– camisa de colarinho redondo, formato estreito

VANESSA DE CASTRO | FOTOS: REPRODUÇÃO