Punk multicolorido em Vivienne Westwood

O punk entrou de vez para a tribo dos coloridos! Na coleção de primavera/verão apresentada por Vivienne Westwood, a anarquia se diverte na mistura de xadrez e listrado, a rebeldia surge bem humorada e multicolorida no jeanswear e a modelagem veste e contesta a alfaiataria, simultanemante.


O jeanswear contribui para esta sofisticada desordem, e elege como peça chave da coleção as calças saruel com comprimentos mais curtos. O volume despojado da saruel, contribuiu para compor um shape desalinhado, com o denim retorcido em um shape estiloso.


As lavagens vão dos vintages aos brutos até passar pelo white denim. Nos vintages, a estilista caprichou na originalidade da construção das peças, com remendos em diferentes tonalidades, tampões, furos e respingos de tinta multicoloridos. Destaque para uma espécie de bolsa/pochete em denim amarrada a uma das peças.


Dentre os efeitos mais admiráveis aplicados no jeanswear, estão as manchas multicoloridas que divertiu as peças onde a essência da rebeldia punk se fez mais presente: coletes e calças com costuras desfiadas em elementos como pala ou costuras laterais.


Os jeans coloridos também fizeram parte do mix de peças, com tingimento tie-dye.


Os terninhos vestiram uma alfaiataria refinada, excêntrica e contestadora, com muitos recortes em cores contrastantes nas golas e corpo frontal, alongando e ao mesmo tempo quebrando a silhueta. A mistura de xadrez e listrado é uma verdadeira provocação ao apelo tradicional da alfaiataria.


Provocação, palavra que define a essência do punk, e de Vivienne agora com respingos e manchas multicoloridas.

VIVIAN DAVID | FOTOS: REPRODUçãO