Renner traz memórias afetivas em seu Outono-Inverno 2020

Revisitar o passado está na moda. Buscar lembranças e memórias afetivas em meio ao turbilhão de informações que permeiam nosso dia a dia pode trazer um pouco de paz, alento esperança, felicidade e bem-estar. É com este pensamento que a Renner apresentou seu Outono-Inverno 2020 em um tom intimista buscando sua essência em diferentes décadas como os anos 70, 80 e 90.

A fast fashion promoveu o “Preview Renner” no último dia 9 de março, no Jockey Club de São Paulo, onde convidados puderam conferir um desfile com os novos lançamentos, que ganharam styling de Thiago Ferraz. Ao todo, foram 60 looks que carregavam um perfume vintage em propostas super contemporâneas e trilha sonora do trio Gilsons, formado pelo filho e netos de Gilberto Gil.

A coleção

A estação vem permeada por diferentes referências que passeiam entre o preppy, grunge, punk, glam e o boho. Dos anos 70 surgem muitos vestidos longos e esvoaçantes, babados, coletes, camisas com laço na gola e saias mídis em looks complementados com botas longas. As microestampas aparecem em florais e no Paisley.

Calças slims e camisas polos com brasões mesclam-se ao punk e grunge da década de 90. Toques vindos do sportswear aparecem nos moletons e saias leves ou com transparências, além de xadrezes clássicos ou diferenciados e cardigãs compridos. A alfaiataria moderna vem revisitada com inspiração esportiva na calça e jaquetas bomber.

Dos anos 80, muito brilho, vestidos sexys, laços, volumes nas mangas, saias curtas e transparências. Fique de olho nos conjuntinhos no estilo pijama em veludo estampado, na produção em paetês, saias plissadas com detalhes metalizados e vestidos com rendas. Aqui voltam os blazers com abotoamento duplo e botões dourados em looks com shortinhos.

O jeanswear surge com diversas inspirações com destaque para a pantacourt no denim rígido com esbranquiçados e puídos, macacões croppeds, bermudas maiores, camisas com babados, palas com pregas, botões forrados com o próprio tecido e cinto tressê. Produções “total jeans” ganham matéria-prima reciclada do selo Re-Moda Responsável. Os shortinhos podem ser usados em qualquer ocasião e ganham barras viradas e cintura no lugar no estilo clean sofisticado.

O denim moletom continua em alta e aparece na calça com punho. Já o aspecto crú, somente amaciado pode ser visto no conjunto de jaqueta e calça masculinas. Sarjas peletizadas, super macias e confortáveis ganham tons de rosa bebê ou bege e surgem nos shapes ajustados dos meninos ou clochards com bolsos laterais nas calças femininas. O black denim ganha forma na skinny masculina e na jaqueta com desbotes.

A Renner ainda resgatou sua icônica “Capa Ideal”, que protegia do frio de forma eficiente e impermeável. Nesta coleção, ela ganha uma releitura super moderna.

Fonte: Vanessa de Castro | Fotos: Marcelo Soubhia e Zé Takahashi / Fotosite