Reserva lança coleção voltada ao público PcD

Se o Brasil fosse uma cidade com 100 habitantes, 24 deles teriam algum tipo de deficiência. Foi o que mostrou o IBGE no Censo Demográfico de 2010. Naquela época, ao menos 45 milhões de brasileiros eram portadores de algum tipo de deficiência, quase 25% de toda a nossa população.

Neste contexto, a Reserva decidiu lançar uma coleção inovadora com aparência, modelagem, conforto e qualidade idêntica aos produtos tradicionais mais vendidos pela marca, mas com todos ajustes ergonômicos e funcionais que irão fornecer mais autonomia ao público PcD.

“Até aqui, esse público não era representado na moda, pelo menos até aqui”, diz Rony Meisler, CEO da AR&Co, grupo o qual pertence a Reserva. “Somos a primeira marca do Brasil a entrar nesse mercado com uma linha de roupas totalmente adaptável”.

Ao todo, a linha conta com 14 peças, tendo adaptações na colocação de zíperes laterais nas calças para facilitar o vestir de pessoas com mobilidade reduzida, botões substituídos por velcro e punhos com botões de pressão. O lançamento se dá a partir da parceria com a Equal, marca pioneira no desenvolvimento de roupas inclusivas.

“A Reserva foi a única marca que acreditou na Equal Moda Inclusiva e partiu para cima. Todas as adaptações nas roupas foram produzidas com excelência para que pessoas com deficiência não sintam mais desconforto ao se vestirem. A pessoa com deficiência não é excluída. Ela quer ocupar diferentes lugares e se sentir bem vestindo roupas que são iguais às convencionais. Quem vê de fora nem percebe as adaptações. Com o lançamento não me sinto mais sozinha”, exalta Silvana Louro, CEO da Equal.

Meisler destaca ainda que cada peça foi cuidadosamente desenhada a partir da ergonomia e das características sensoriais do corpo humano e que, como empresário, espera fomentar o mercado e que outros negócios a também criarem soluções para este público que hoje não é prioridade para a maioria das empresas.

“Se o conselho é bom o exemplo arrasta. Quanto mais verdadeiramente nos envolvemos para escutar, aprender e realmente compreender os problemas das pessoas, mais construiremos boas soluções para as suas vidas e, por consequência, também para os nossos negócios. Que o exemplo da Reserva arraste a multidão de empresários da moda nacional para criar linhas de produtos similares. Que o exemplo da Silvana Louro arraste multidões de novas empreendedoras de negócios e marcas como a Equal”, finaliza.

A linha já está disponível no e-commerce da Reserva.

Fonte: Redação | Fotos: Divulgação