Shakespeare inspira empoderamento na temporada da Lança Perfume

Reviravoltas de paixão, fúria, vingança, cumplicidade e reconciliação: sentimentos imortalizados através dos enredos de Willian Shakespeare, que ainda hoje; 400 anos após a sua morte, representam com veracidade o universo feminino. É dentro deste contexto, que a Lança Perfume declama ao seu público uma homenagem ao escritor, através do lançamento da coleção de Verão 2016. Em tempos onde a palavra empoderamento reflete uma realidade de comportamento no gênero, a força dos enredos elaborados pelo poeta Inglês em “Sonhos de Uma Noite de Verão” e “Romeu e Julieta” não poderiam soar mais inspiradores.



Fadas, elfos, bosques e corações perdidamente apaixonados: no mix em denim desenvolvido pela marca, o imaginário de Shakespeare é convertido em uma curadoria de fits e comprimentos; que elege entre as tendências os cortes e silhuetas dotados de maior dramaticidade e romantismo. Assim, a pegada inocente do desenho evasé é explorada em pantacourts, na silhueta flare e nas saias plissadas ou em formato “A”; enaltecidas por elementos religiosos como crucifixos, pelo toque de luxúria das pedrarias, e pelo efeito encantador das rendas. Dialogando com o visual dos bosques, a Lança Perfume opta pelas lavagens descarregadas e ácidas, e adota vestígios do período elisabetano no mix em denim desenvolvido para a parte superior do look; ao apostar nas mangas de camponesa, e no caráter ornamental das peças dado por patches em formatos alongados.



Girlfriends, blusas de amarrar, coletes cut-off e o shortinho da mulher exuberante estão entre os tens desejo da coleção em denim da Lança Perfume. Na leitura final, as falas enfeitadas do poeta são declamadas através de peças com pegada fashion exuberante, evidenciando a beleza e feminilidade da mulher determinada que sempre inspirou o target da marca. Antiguidade e modernidade; luz, sonhos e idealizações; decepção, escuridão e nuvens. Além de definir o estilo das obras de Shakespeare, colocando o escritor em evidência como um tópico direcional para a moda; a coleção também comprova o potencial das referências clássicas e da literatura antiga como referencial estético de atualização para o universo feminino e suas turbulências.

VIVIAN DAVID | FOTOS: EQUIPE GUIA JEANSWEAR