Shein investe em coleção de roupas produzidas com poliéster reciclado

A fast fashion online chinesa Shein lançou uma coleção de roupas recicladas para seus clientes em todo o mundo. A “evoluSHEIN” traz peças com tamanhos inclusivo e produzidas com poliéster reciclado, uma fibra obtida a partir de resíduos plásticos. A linha inicial de produtos “evoluSHEIN” conta com tops, vestidos e calças femininas.

Para produzir o tecido utilizado na coleção, materiais como garrafas plásticas usadas são cuidadosamente limpos, triturados em pedaços, derretidos e transformados em fibra de poliéster. Comparado à produção de poliéster virgem, o processo requer menos materiais, menos água e energia. A “evoluSHEIN” servirá como um ambiente de testes para inovações orientadas a propósitos que a Shein adotará ao longo de uma coleção maior, disse a empresa em um comunicado.

Além disso, ao comprar a linha evoluSHEIN, os clientes apoiam o trabalho da Vital Voices, uma organização internacional sem fins lucrativos que investe em mulheres líderes que agem em desafios como violência baseada em gênero, crise climática, desigualdades econômicas e muito mais.

“Estamos comprometidos em construir um ecossistema de moda mais responsável. O lançamento do evoluSHEIN é um passo importante em nossos compromissos de sustentabilidade este ano, que aborda cada uma de nossas principais áreas de foco – proteger o meio ambiente, apoiar comunidades e capacitar empreendedores. Convidamos todos os nossos parceiros e clientes a se juntarem a nós nessa jornada”, disse Adam Whinston, head global de meio ambiente, social e governança da Shein.

A Shein planeja expandir a linha para mais de 1.500 produtos até o final de setembro de 2022, com futuras peças evoluSHEIN apresentando opções adicionais de materiais, incluindo viscose segura para a floresta, algodão cultivado de forma consciente e programas de certificação adicionais para fibras recicladas.

Vale destacar que as peças e embalagens de poliéster reciclado da “evoluSHEIN” foram produzidas exclusivamente com fornecedores certificados pelo Global Recycled Standard (GRS), organização global sem fins lucrativos, administrado pela Textile Exchange, que lidera a indústria de vestuário em direção a um futuro mais sustentável. A certificação reconhecida globalmente apoia a rastreabilidade do material reciclado em todas as etapas da cadeia produtiva e estabelece requisitos sociais e ambientais rigorosos.

Fonte: Redação | Fotos: Divulgação