Singer aposta em alto desempenho e inovação com nova bordadeira

Na última semana, a Singer apresentou seu mais recente lançamento: a Bordadeira EM9305. O produto foi apresentado em evento online comandado pela diretora de marketing Concheta Feliciano e Marcio Daniel, head da empresa no Brasil.

A nova Bordadeira da Singer, a EM9305, conta com 150 variações de desenhos e uma letra embutida – com variação de três tamanhos. Ao todo, são 21 acessórios inclusos ao produto, entre eles feltros, bobinas, chave de fenda e pincel para limpeza. A inovação aparece na tecnologia exclusiva empregada no artigo, que conta com uma velocidade de até 800 pontos por minuto e software de edição gratuito e atualizável.

O lançamento também conta com uma tela touch colorida, do tamanho de uma tela de celular, onde é possível navegar visualizar o design em cores. Pesando apenas 11,5 quilos, a EM9305 conta com uma área de bordado de até 240 mm x 150 mm.

“Nós gostaríamos muito de trazer um produto que fosse um ícone para a nossa marca, e desenvolvemos esse produto para o mercado brasileiro. O lançamento vai em direção à todas as tendências atuais da moda e da cultura, com a questão do ‘faça você mesmo’, da customização e da personalização. Tudo que a Bordadeira pode entregar para os consumidores”, indicou a diretora de marketing Concheta Feliciano.

Fundada em 1851, a Singer é parte da SVP Worldwide, em união com as marcas Husqvarna Viking e PFAFF desde 2004. No Brasil, a empresa conta com mais de 350 postos de atendimento e mantém uma fábrica de agulhas em Indaiatuba, interior de São Paulo, sendo a única do ocidente.

A pesquisa e a inovação dos produtos, segundo Marcio Daniel, se mantém como um dos pilares da empresa, que deve investir mais de 100 milhões de dólares neste setor – com o foco no consumidor. “É uma empresa que constantemente se renova“, indicou o head da Singer no Brasil. “Se voltarmos 100 anos atrás, era um mercado totalmente especializado e hoje, há Singer espalhadas por todo o país”, completou.

Em relação ao mercado consumidor atual, Marcio Daniel destacou o pioneirismo da Singer e as mudanças de perfil percebidas no meio até aqui. Hoje, a busca por uma máquina de costura não é apenas pelo prazer de costurar, mas também como um empreendimento.

“Nós fomos a primeira empresa a realizar o parcelamento com o consumidor, oferecer a oportunidade do consumidor comprar sua máquina em algumas parcelas lá na década de 1920. Já na década de 80 e 90, tivemos um movimento muito forte de empoderamento feminino e isto trouxe dois grandes impactos para a categoria: uma é o momento de prazer através da costura e a outra é a possibilidade de empreender e gerar renda“, destacou.

O desenvolvimento da nova Bordadeira, segundo Concheta Feliciano, passou por essa análise de mercado e em que público a Singer estaria apostando com seu lançamento. “Queríamos muito um produto que falasse tanto com quem vai usá-la com uma finalidade de trabalho, geração de renda, tanto para aqueles que gostam da costura para uso próprio”, disse a diretora de marketing.

“Então, nós trazemos um produto com mais inovação, de uma plataforma robusta que é a Husqvarna Viking, com um alto desempenho de bordado”, finalizou.

A Bordadeira EM9305 já está disponível no site oficial da empresa, confira aqui.

Fonte: Thaina Barros | Fotos: Divulgação