Tendências-chave entre o jeans e o mar na Elle Espanha

Um barco à deriva em plena meia­ estação, movido pelo impulso de incluir todas as

tendências desejo dentro do contexto navy. Como imediato desta rota, figura nada mais

nada menos do que o jeans: item encarregado de solucionar e

equilibrar as produções. É com esse tema, que a Elle Espanha de Novembro inclui o

visual índigo em looks cobertos por casacos pesados, franjas de camurça, tweeds e

sobretudos com jeitão de cobertor rústico.



Lavagens desgastadas, patches, rabiscos e pontos de luz em fits

exigência com jeitão essencial apresentam perfeita combinação com o frescor da

paisagem. No entanto, o grande diferencial da publicação se dá pela forma como as

produções combinam com naturalidade peças de calor com o oposto

extremo: shortinho com maxi-­casaco xadrez, e calça cropped com pele sintética são

alguns exemplos.



Já os itens­-chave típicos das inspirações marítimas aparecem em sua

versão mais criativa, como a calça branca que ganha abotoamentos militares frontais em

cintura elevada, e o casaco do capitão do navio. Enquanto os casacos são colocados

pelo editorial como uma solução permissiva para comprimentos e camadas mais simples,

os tricôs rústicos e volumosos são apresentados como diálogo exigência para o

segmento.



Complementos térmicos à parte, o editorial propõe uma espécie de efeito bússola ao

apresentar importantes direções para o Inverno 2016; como as

referências de lavagem e a ideia de que a essência do look fashion está nas peças em

denim simples, como o vintage com suspensórios, o shortinho, a camisa em denim e a

skinny trabalhada pela maresia. A imponência do visual conceito, desta vez, fica sob

responsabilidade de lenços, acessórios, styling criativo de peças simples como a camisa

branca, e sobreposições fortes com jeitão destemido. Mas nada, que saia da exigência

conforto, palavra endossada pelos tricôs, pelo tênis e pelo denim desencanado. Confira

as imagens.

VIVIAN DAVID | FOTOS: REPRODUÇÃO