Uma longa história

Ela começou junto com o início da história da civilização. Teve interpretações pomposas e mesmo após seu “encurtamento” forçado pela escassez de tecidos da I Guerra Mundial seguido pelas minissaias de Mary Quant e Corruèges ela jamais tornou-se uma proposta obsoleta.


É fato: mesmo após conquistar o direito de andar com as “pernocas” à mostra a mulher nunca abriu mão do visual charmoso e feminino das saias longas. Ela pode até sumir de cena dos lançamentos, mas o guarda-roupa feminino a conserva como opção funcional independente das tendências.


O mesmo acontece no guarda-roupa índigo. Comprimentos sobem e descem, repertórios de saias surgem numerosos ou enxutos mas sempre é possível identificar entre as marcas referência de jeans ou mesmo maisons de luxo interpretações de saias longas em denim.


São versáteis, charmosas, e propõe um visual feminino confortável para diversos cenários. Uma ótima opção para renová-las e apostar em modelagens “quebradas” por recortes com tonalidades de diferentes lavagens ou mesmo através de grandes blocos de avesso aparente. O recurso afasta o risco do visual pesado e torna a peça mais leve e despojada em consonância com o perfil nacional. Das marcas de luxo ao repertório do jeans, confira algumas sugestões.


VIVIAN DAVID / FOTOS: REPRODUÇÃO