Uma questão de modelagem

A vida é realmente curta demais para ser desperdiçada com um jeans que veste mal! Permitir que as mais variadas silhuetas possam encontrar sua melhor versão ao vestir uma calça jeans, seja qual for o ângulo, é apenas uma das questões que pode facilmente ser resolvida através da modelagem.


E é esta promessa “tentadora” e extremamente convincente que a Levi’s e outras marcas vem utilizando não apenas como diferencial, mas também como principal estratégia de marketing em outdoors e vitrines comunicando de forma direta ao seu público a excelência e o apuro dedicado na construção do shape de suas peças.


O shape em si, alcança o status de criação tal qual uma “obra prima”, com nomes e conceitos que os identificam – informações que vem cada vez mais estandardizadas pelas marcas através de moldes expostos em vitrines, publicidade ou mensagens explicativas deixadas ao lado de peças do mostruário.


E para que nenhum segundo de vida seja desperdiçado em vão, a modelagem se faz cada vez mais precisa, colocando cada milímetro à favor da silhueta e do conforto, tornando-se elemento fundamental do design de uma peça. Trata-se de um item desejo “invisível”, já que não conta necessariamente com recortes e alterações na fisionomia da tradicional “five pockets”. Confira as fotos.


VIVIAN DAVID | FOTOS: EQUIPE GUIA JEANSWEAR