Visvim se inspira nos anos 50 americano para o verão 2015/16

A semana de moda de Nova York começou na última quinta-feira (04/09) e nós estamos acompanhando o que acontece de melhor por lá. Entre os diversos desfiles e apresentações que acontecem diariamente até o dia 11/09, a Visvim chamou nossa atenção. Não é segredo para quem acompanha o Guia JeansWear que gostamos muito da estética wabi-sabi da marca japonesa, que presa o vintage e as técnicas tradicionais de trabalhar com os tecidos, entre eles o denim japonês.


Para a temporada de verão 2015 (verão 15/16 por aqui) Hiroki Nakamura, criador e diretor criativo da marca, olhou para os anos 50, quando as ilhas havaianas se tornaram oficialmente um país, e a estética do surf, a temática floral, as palmeiras e os abacaxis invadiram a moda. Na coleção de Nakamura, as estampas vieram tingidas à mão com índigo, flor de caqui e lama. Vale ressaltar que foi a insistência do designer de empregar métodos japoneses consagrados que ajudou a garantir a sobrevivência de muitos artesãos e seu comércio. O kymono, inteiramente pintado à mão por artesãos em Kyoto, é uma prova de sua reverência pela história e sua paixão para a preservação das práticas artísticas.


Os carros dos anos 50, era mitólogica para a indústria automobilistaca americana, e seus carros de corrida deram o tom mais urbano à coleção. Peças mais usáveis com camisas, calças jeans, jaquetas e parkas também apareceram na coleção. Apesar da aparência vintage e da dedicação de Nakamura por essa estética – uma camisa de brim azul parecida com uniforme de um velho trabalhador ferroviário foi feita por uma fábrica no Japão, que é especializada em reproduzir fielmente tecidos descontinuadas – todos os tecidos são feitos no Japão e passam por processos que garantem a aparência da era de ouro dos Estados Unidos ou de qualquer outra era passada que Nakamura queira reproduzir, relembrar e celebrar.

MARINA COLERATO | FOTOS: DIVULGAÇÃO/VISVIM