2020: O ano que o setor mais democrático da moda desafiou a pandemia

O ano de 2020 está chegando ao fim e, mesmo em um período complicado, o setor denim brasileiro não abaixou a cabeça. Pelo contrário, diante das dificuldades, se articulou, arriscou e agigantou.

Estes últimos meses testaram nossa saúde, além da própria economia e de toda indústria. Só que todas as dificuldades não foram páreas para a paixão pela vida, e nos fizeram lutar, pulsar e encontrar soluções. E assim, esta gigante indústria azul seguiu seus trabalhos movida pela paixão pelo segmento.

As lavanderias mostraram que são serviços essenciais que vão além da indústria da moda. Logo no início da pandemia, a ANEL (Associação Nacional de Empresas de Lavanderia) conseguiu classificá-la na categoria  de serviços essenciais devido à capacidade de desinfecção dos processos usados.

A modernidade destas companhias, que já empregam laser e ozônio, fez com que este elo importante da cadeia têxtil continuasse operando de forma muito segura; mantendo empregos e colaborando para elevar o grau de higienização e a segurança em todo o ciclo da moda.

As tecelagens do setor se uniram para compartilhar sua potência: entendendo sua relevância para o mercado, a maioria delas se posicionou como fonte de consultoria, amparando as marcas, realizando ações empáticas, e auxiliando seus parceiros. Além disso, realizaram doações, lançaram tecidos antivirais e continuaram evoluindo no caminho da sustentabilidade.

Diversas marcas de jeans espalharam ações solidárias, mostrando seu propósito para o mundo, produzindo uniformes e máscaras para doação, ou doando cestas básicas e kits de limpeza para diversas famílias. Os planos de profissionalização do setor não pararam, com a abertura da Denim City São Paulo.

O Guia JeansWear encabeçou diversas ações democratizando informações relevantes para a indústria da moda. O ano marcou o início da transmissão do podcast DenimCast, contando com a participação de players do setor como convidados especiais, das Cápsulas de Sobrevivência, formada por depoimentos de especialistas do mercado, além dos relatos de profissionais ligados à história do jeans brasileiro no Minha História com o Jeans disponível no Instagram.

O tão conceituado Denim Meeting também não foi deixado de lado, e ganhou uma versão online em 2020 para continuar sua missão de informar, unir e potencializar a cadeia de moda jeanswear. Houve ainda participações em transmissões internacionais e foi entregue destaque para mercados que representam oportunidades na indústria, como o plus size.

Este conjunto de ações corajosas foi o que alimentou nosso setor, e por consequência o setor do vestuário, colaborando também para que a nossa economia se mantivesse em pé.

A equipe do Guia JeansWear agradece a todos os leitores que acompanharam os conteúdos, vídeos, podcasts e lives que o nosso portal de moda realizou nesse ano tão desafiador.

Deixamos também um obrigado especial aos amigos e parceiros do portal, que embarcaram junto em nossas ações, iniciativas, sonharam e realizaram junto conosco. Que o ano novo nos traga muita luz, muita clareza para criar novas soluções, para mudar o que pode ser melhor, para resistir e não se entregar. E que venha 2021 não este normal que está aí, nem com o antigo, mas com uma nova era, um novo astral, e uma nova conduta mundial.

Um 2021 iluminado para todos nós. São os votos da equipe do Guia JeansWear.

Fonte: Vivian David | Fotos: Reprodução