Abit e EMBRAPII se unem para estimular pesquisas tecnológicas no setor

A Abit (Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção) e a EMBRAPII (Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial) anunciaram uma parceria em prol da inovação no setor têxtil nacional.

As instituições assinaram um convênio, no último dia 18 de julho, para uma cooperação estratégica de forma a estimular projetos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) entre empresas do setor e Unidades EMBRAPII. A união visa promover e fortalecer laços com importantes nichos econômicos.

“Estamos na era em que somos demandados por novas necessidades a cada instante. Pesquisar e trazer inovações aos consumidores por meios tecnológicos é mais do que um investimento, é uma prioridade”, destacou Fernando Pimentel, presidente da Abit.

A aliança deve colaborar para que as companhias possam fomentar cada vez mais o desenvolvimento de itens com novas tecnologias no setor têxtil. O convênio foi assinado em São Paulo, na sede da Abit, com a presença do diretor-presidente da EMBRAPII, Jorge Guimarães.

Hoje, o Brasil conta com produção média de confecção de 8,9 bilhões de peças, dentre elas, vestuário, acessórios, cama, mesa e banho. O setor têxtil e de confecção detém 27 mil empresas formais no País e emprega atualmente 1,5 milhão de pessoas de forma direta e 8 milhões de forma indireta.

Fonte: Redação | Foto: Divulgação