Destaques do quinto dia de desfiles

Os meninos da V. Rom amadureceram e deixaram de lado aquelas montanhas de sobreposições, misturas de estampas e moletons. Para o verão 2012 o estilista Igor de Barros apostou principalmente em tecidos mais leves com transparências, além da alfaiataria em blazers. As bermudas em sarja continuam mas variam das mais confortáveis às mais justas. As calças no estilo cenoura, curtas e com a barra virada também chamam atenção, assim como detalhes com bolsos enormes ou multibolsos e metais nos tênis Rainha, de cano baixo ou longo. Estampas florais formando patchworks, xadrez vichy e tons de cereja, vermelho, verde bandeira e dourado colorem e divertem a coleção. O jeanswear vem no bruto, com resina e totalmente amassado em bermudas, calças e jaquetas.


Fause Haten elimina os excessos


O estilista Fause Haten adora uma passarela: já soltou a voz em estações anteriores e, agora surge apresentando e orientando suas modelos vendadas com máscaras de dormir. Com uma poesia ao fundo, sem trilha musical, Fause trouxe uma moda mais artesanal e simplificou seu verão, deixando de lado alguns excessos. Num primeiro momento, looks brancos mesclam o romantismo e o artesanal com vestidos rodados, com babados, rendas e transparências. Mas o brilho não poderia faltar e, ele surge em diversos modelos como os longos retos. As estampas divertem num couro bem leve com rostos, flores e folhas. Rosa chiclete, amarelo e turquesa também fazem parte da coleção.


Classe no beachwear


A moda beachwear de Adriana Degreas não é para ir à praia e tomar sol, mas sim passear em iates, barcos, resorts, festas (em vestidos longos de paetês), ver e ser vista pela alta sociedade.


Sim, a moda da estilista é chique é clássica, com poucas estampas em biquínis e maiôs e mais cores clássicas como marrom, nude e preto. Pela primeira vez na SPFW, a marca traz a coleção Tropical Chic, inspirada nos índios brasileiros e toda a cultura do país. Daí surgem lindíssimos kaftans e robes com estampas de folhagens tropicais, papagaio e naturalmente, índios, tudo em seda e viscose.


A peça principal é a hot pants com brilho ou franzidos, além de maiôs com recortes ou frente-única. A coleção ainda traz pantalonas, macacões, camisas e casaquetos transparentes. Para finalizar o desfile, eis que surge a atriz Sônia Braga que também inspira a mulher da grife.


E, já que estamos falando em moda praia, a Cia. Marítima e a Água de Coco que se apresentaram na última quinta-feira, valorizaram a modelagem e as estampas.


A Cia. Marítima foi buscar inspiração no início da história da marca com modelos dos anos 70 e, mistura de estampas em maiôs engana mamãe, biquínis cortininha, com laços laterais ou maiores. Detalhes como franjas e metais dourados exageram um pouco os looks.


A grife de Fortaleza, Água de Coco apostou na arte moderna com estampas geométricas e de paisagens em tecidos com efeito molhado, além de recortes, drapeados e detalhes de metais. Lindos os biquínis com faixas mais grossas nos sutiens.

VANESSA DE CASTRO | FOTOS: AGÊNCIA FOTOSITE