Em Blumenau, Levis ensina como se comunicar com o novo consumidor

Nada de palestras convencionais. O tópico e o convite de Marina Kadooka, gerente de Marketing da Levis Strauss & Co Brasil na edição catarinense do Denim Meeting 2018, foi no formato bate-papo. Com o tema “Como a marca se comunica com o novo consumidor”, Marina buscou um cenário mais prático, falando dos cases, reverenciando a história da marca e compartilhando os highlights ativados pela mesma, em um clima de descontração, que transcorreu com a mesma coerência que a marca atravessou a história da moda, nestes 165 anos. E foi lembrando o mérito da criação da calça jeans, motivo pelo qual todos estavam reunidos naquele momento, que a sua irreverente conversa teve início, com um breve mergulho na história que envolveu o início da marca.

De hippies a hipsters, presidente a rockstars, até movimentos políticos e revoltas, foi recordando esse caminho longo, icônico e singular, que a gerente validou o legado deixado pela marca na história. Marina lembrou que o objetivo inicial do jeans era servir como um uniforme, e ser vestido por cima das roupas. “O Levi trouxe esse material, que era uma lona pesada e resistente, e junto com Jacob criou os rebites. Começou como ferramenta de trabalho e se transformou em um artigo de moda usado por todos nós.” Com essa afirmativa, a gerente de marketing introduziu o que segundo ela, sempre foi o grande segredo da Levis: entender uma necessidade e trazer inovação por observação de comportamento de consumidor. Ilustrando-a, Marina trouxe curiosidades, como a história da retirada do botão que prendia o suspensório. “Na época da brilhantina os meninos namoravam encostados no carro e o botão estava riscando o carro, então eles passaram a tirar o botão da calça – e a Levis, identificando esse comportamento, também.”

Da trajetória histórica o bate-papo seguiu para a missão da empresa: ser a marca mais amada e relevante em lifestyle hoje e sempre. “O jeans vai se tornando uma commodity se você não agregar benefício ou algo que dê retorno positivo ao consumidor. É o que trabalhamos: eu vivo Levis, eu visto Levis, os rasgos e manchas do meu jeans contam um pouco das histórias que eu vivi”, ilustrou.

Abordando alguns highlights da grife, Marina lembrou algumas datas como o dia 20 de maio – aniversário da calça jeans, comemoramos com ativações no mundo. Também citou o ano de 1934 – criação da calça feminina Lady Levis, atendendo à demanda das mulheres que usavam as calças dos fazendeiros e maridos no trabalho e no dia-a-dia. Em seguida, o talk mergulhou nas ações de conduta que representam a visão da companhia, como o mérito de figurar na história como a primeira empresa a contratar para sua estrutura fabril sem distinção de gênero e raça. Também o vanguardismo de constar como pioneira na criação de um código de conduta, e a estender benefícios trabalhistas para casais do mesmo gênero. Guinando a conversa para o lado da sustentabilidade, Marina lembrou a tecnologia Waterless, que desenvolve uma calça com apenas 8 copos de água. Também divulgou que a Levis fez um estudo dos químicos que são agressivos, usando os resultados para criação de uma lista dos ingredientes que não podem ser utilizados em seus acabamentos.

Da história para os highlights, passando pela sustentabilidade Marina chegou ao tópico inovação. Lembrando as linhas exclusivas desenvolvidas para os ciclistas e skatistas.Também a jaqueta interativa realizada em parceria com a Google. No segmento feminino, lembrou os produtos da linha Curve ID, respeitando os diferentes corpos e curvas que compõem o desenho do público feminino. Contemplando o plus size, citou a linha Shape, de acordo com ela, resultante de estudos e repleta de artimanhas como uma compressão maior na barriga.

Por fim, a gerente de Marketing ilustrou o desprendimento que a marca sempre teve para com rótulos, lembrando que as campanhas buscam a representatividade genuína. E aliada a essa conduta, condicionou a conquista e fidelização contínua, do público jovem para o universo do lifestyle da marca. Com uma plateia formada por denim lovers de todos os elos da cadeia, o encerramento foi dado pela apresentação da belíssima campanha Circles, veiculada pela marca. Embasada na ideia de que o momento da dança é único, na proposta de igualar as pessoas em suas culturas, raças, gerações e posições sociais; o vídeo emocionou a plateia com uma dose de alegria e empatia, marcando o bate-papo com um grande final. E é com ele que encerramos essa matéria.

 

Fonte: Vivian David | Fotos: Equipe Guia JeansWear | Vídeo: Levi’s®