Laser e novos pigmentos são ponto alto da feira Sourcing At Magic

No segmento denim, o laser é uma ferramenta que vai muito além do uso voltado para meras marcas de bigodes e desenhos de rabiscos. Da mesma forma o tingimento, pode ir muito além da cor. Arte, tratamentos terapêuticos são outras direções que podem ser tomadas com uso destas ferramentas. E este é um dos principais discursos que está se sobressaindo na mais recente edição da feira Sourcing At Magic, que teve início na última terça-feira e se encerra nesta sexta, 7 de fevereiro, em Las Vegas.

A mexicana Aztex é uma das expositoras do evento que fundamentam essa visão. A fabricante de roupas latina vem trabalhando com diversos fornecedores fornecedores de tecidos, adotando o laser de forma criativa e inesperada. Na edição atual da Sourcing at Magic, constam algumas inovações criativas decorrentes desta prática, como a coleção “Hemotion” da fabricante de tecnologias eco-friendly espanhola Jeanologia.

Jeanologia colaborou com o designer e ilustrador Françoise Girbaud, palestrante da edição de 2019 do Denim Meeting em São Paulo, para desenvolver suas mais atuais técnicas de acabamento. O resultado foi o vestuário Hemotion, cuja complexidade remete ao visual da renda quando observados a distância, e coloca para o mercado a ideia do uso do design com efeitos 3D sobre o jeans.

Além disso, a PG Denim descobriu o quanto a tecnologia a laser pode se desdobrar em uma variedade de novas e diferentes texturas. Na edição atual da feira, a fabricante de denim agregou novas formas de pensar o material ao evento. Usando jeans sobre uma camada de tecido flocada na superfície, a companhia têxtil italiana criou um visual totalmente inédito para o tecido, através do efeito distressed criado com o laser. O acabamento resultante foi um material macio, com aspecto aveludado, decorrente de uma combinação única de texturas.

Ready Garment Technology apresentou criações contemplando lavagens criativas obtidas a partir do laser, incluindo modelos coloridos de jeans nos tons de lavanda com efeitos tie-dye magenta e tingimentos ferrugem insinuando o fundo black no todo.

Mas como já mencionado, não foram apenas as criações feitas no laser que se converteram em efeitos de acabamento diferenciados na mais recente edição da Sourcing at Magic. A companhia espanhola Tintes Engara, empresa familiar pioneira na criação de corantes e técnicas de acabamento criativos a três gerações, demonstrou tingimentos naturais carregados de propósitos e funções que foram além da moda.

Cada cor emerge com um tingimento natural diferenciado desenvolvido com a intenção de provocar um efeito físico no consumidor. A tintura contém ingredientes naturais que são absorvidos pelo corpo, transmitindo assim os benefícios farmacêuticos usados.

Entre os exemplos, destaque para a Camomila, frequentemente usada para obtenção do tom amarelo. Nas peças apresentadas pela Tintes Engara, a planta foi usada em seu formato natural para tingir as roupas, com a intenção de atribuir nos usuários das peças efeitos calmantes semelhantes aos percebidos pela ingestão de chás, ou uso de hidratantes com a infusão verbal de flores na mistura.

A sustentabilidade também foi o mote que inspirou a inovação nas empresas que partilham a prática de dar nova vida ao jeans antigo. Entre os exemplos, destaque para a PG Denim, que fez um chamado a diversas companhias para reinventar estilos jeanswear que não fizeram sucesso no varejo.

Marcas como Oficina +39 e RGT aceitaram o desafio e transformaram o seu denim em casacos brilhantes e rasgados singulares que geraram produtos completamente novos, redirecionando por completo o destino de um jeans essencial que iria para o arquivo morto para um destino 100% reaproveitado.

Fonte: Vivian David | Fotos: Reprodução