Lectra avança na transformação digital com plataforma Kubix Link

Avançando em sua digitalização, a Lectra de Portugal apresentou o Kubix Link e as suas potencialidades no negócio da moda em uma transmissão online. Lançada em 2017, a plataforma disponibiliza informação “de forma muito simples” sobre coleções, produtos, materiais usados e fornecedores, permitindo uma visão abrangente e em tempo real no desenvolvimento do produto.

“Várias empresas em todo o mundo têm encarado a transformação digital como ferramenta de trabalho para o novo normal”, explicou Susana Costa, diretora de marketing da Lectra Portugal, durante a introdução.

A informação disponibilizada pelo Kubix Link está acessível em diferentes dispositivos, desde que tenham acesso à internet, e permite a sua visualização de diferentes formas, seja a partir do DAM (Digital Asset Management), do PLM (Product Lifecycle Management) ou de um sistema PIM (Product Information Manager) – nomeadamente para usar em lojas online, sem necessidade de duplicação da informação.

“São maneiras diferentes de mostrar a informação que a empresa tem“, referiu Fernando Ribeiro, especialista em soluções Lectra da filial portuguesa, que sublinhou ainda que “a plataforma é tão facilmente personalizável que é possível customizá-la” para as necessidades das empresas.

Embora seja ainda, em grande parte, uma incógnita, o novo normal implica “em maior ou menor grau, evitar o contacto social”, indicou Fernando Ribeiro, citando o desfasamento de horários nas empresas e o trabalho remoto como duas alterações que estão a afetar a forma como a indústria da moda funciona atualmente, nomeadamente em termos de limitação da comunicação. “Terá uma grande componente online”, referiu, assim como “motiva a criação de soluções inovadoras”.

Entre as empresas que já estão usando a plataforma Kubix Link incluem a Diadora, a Diesel, a Marni, a Alexander McQueen, a Loro Piana e a portuguesa Balutêxtil, que se focou na informação sobre os produtos que desenvolve para os seus clientes de private label.

“A qualquer altura, com qualquer dispositivo (PC, tablet ou celular), posso seguir o estado do desenvolvimento de um produto através de dashboards dedicados”, apontou, citada pela Lectra, Maria de Lourdes Barros, CEO da empresa portuguesa. “Os utilizadores podem facilmente partilhar dados em tempo real, tornando-se mais eficientes”, destacou.

Para Renato de Sousa Barros, business operations da Balutêxtil, “todos os dados acessíveis a toda a equipe, no mesmo lugar, torna o fluxo de informação mais fácil. O Kubix Link nos ajuda a trabalhar de forma mais inteligente e com maior rapidez num ambiente suportado pela tecnologia”.

Já Cristiano Simonetto, diretor de informática do Tecnica Group, especialista em roupas esportivas, realçou que “com o Kubix Link podemos centralizar as informações do produto de toda a cadeia de fornecimento, disponibilizá-las a todos os participantes da cadeia de valor e também compartilhá-las com os consumidores através da web, comércio eletrônico e lojas em todo o mundo”.

Fonte: Portugal Têxtil | Foto: Reprodução