Moda prática em cenário reciclável

E, começou ontem a 36ª edição do SPFW com as tendências para o Inverno 2014. Realizado no Parque Villa Lobos a semana de moda traz o tema “Deslocamentos” com cenografia de Daniela Thomas seguindo mais uma vez o apelo sustentável com bancos de grama e encostos de madeira.


O evento promoveu no domingo (27-10) um desfile com coleções passadas de alguns estilistas que participam do SPFW, dentro dos vagões do metrô da linha Verde, que teve inicio na Vila Madalena.


Entre os lounges, a Colgate Luminous White patrocina a transmissão de TV oficial do evento, a Euro apresenta as novidades da coleção de relógios com pulseiras de couro trabalhadas à mão e metais em diferentes banhos e modelos.


O Boticário dispõe de espaços para maquiagem e esmaltação com a nova coleção “Rio Sixties” em tons candies. A novidade fica por conta da maquiagem para as pernas que não mancha e vem em dois tons para bronzear as mulheres neste verão.


Já a Melissa, famosa pelos joguinhos e brindes aos convidados, desta vez deixou de lado o seu lounge e irá apresentar um mega desfile no dia 1 de novembro.


Desfiles


O evento teve inicio com o desfile da Animale que apostou novamente no couro, rendas e transparências para uma mulher super feminina e sexy. A coleção traz muitos vestidos retos, com recortes, estampas com inspiração nos celtas e outros mitos britânicos e tons de vinho, verde militar, nude, azul petróleo e preto. Destaque para as flares e saias lápis.


Em seguida, a UMA trouxe uma apresentação inusitada e linda com a São Paulo Companhia de Dança e uma performance onde os bailarinos dançavam na passarela em looks totalmente cleans e esportivos em malha, veludo cristal, moletom e algodão. Aqui a palavra de ordem é o conforto onde entram leggings, camisetas furadas, bermudões, saias plissadas e vestidos. Os tons de off-white, preto e cinza contrastam ao azul royal. A marca optou pelo simples e básico na roupa e um desfile inusitado acertando em cheio.


A Tufi Duek sob direção de Eduardo Pombal trabalhou as formas e texturas em modelagens longilíneas e comprimentos midi, cintura marcada, saias godês, com inspiração que veio da África e todos os seus geometrismos em seda, ráfia, lã e couro.


A Osklen encerrou o dia com uma coleção inspirada no futebol – nada mais propício com a proximidade da Copa no Brasil – em peças com formas quadradas e minimalistas, a marca registrada da grife. Tons de verde, vermelho, amarelo, branco e preto mesclam-se em tecidos como lãs, sedas e algodões.

VANESSA DE CASTRO | FOTOS: AGÊNCIA FOTO SITE