O vintage para o segmento feminino em direções variadas

A palavra vintage nunca esteve tão em moda. Ela pode significar algo antigo, de brechó, reformulado, datado ou dentro do segmento jeanswear, totalmente renovado por interferências useds que em lavanderia traduzem (ou tentam traduzir) a naturalidade daquela peça gasta pelo tempo. Dentro desse rico universo trazemos aqui referências para o Verão 2018 em fits femininos, sejam elas super artesanais, manuais ou em larga escala, o que vale é buscar fornecedores que através de excelentes máquinas ou técnicas trabalhem o diferencial em cada coleção e marca.


Percebemos uma limpeza maior nas peças, sem deixar de lado os efeitos localizados, principalmente os rasgos nos joelhos, desbotes e manchas esbranquiçadas. Os amassados por toda a calça continuam, só que em menor escala. Destacamos ainda muitos bigodes em 3D, riscos e estampas a laser. Seguindo o contraste de lavagens temos o tie dye ou dip dye mais como uma obra de arte do que meramente artigos tingidos aleatoriamente. A resina com espatulados traz sobretingimentos no blue black que confere tons interessantes com brilho. Já as tonalidades mais claras, principalmente o delavê garantem toques modernos com reservas de cor em costuras, bolsos, cós, barras.


A modelagem combina com qualquer beneficiamento conquistado em lavanderia, seja ela skinny, comfort, flare, reta, pantacourt ou oversized. Quanto mais inovador o fit mais efeitos recebe. Apresentamos as principais tendências em lavanderia para o Verão 2018 descritas pelo nosso colaborador Diego Rodrigues, do Grupo GB Customização com destaque para o bigode a laser, stone com efeito batic, amassado 100%, lixados localizados, hiper destroyers, efeitos amarrados, super stone, efeito de respingo, puídos localizados, entre outros. Confira.

VANESSA DE CASTRO | FOTOS: EQUIPE GUIA JEANSWEAR