Pinacoteca recebe oficina de Alfaiataria

A Pinacoteca de São Paulo abre um espaço para a moda em sua programação. Desde o dia 7 de julho até o dia 8 de outubro, a exposição “Laura Lima: Alfaiataria”, ocupa o Octógono do primeiro andar da Pina Luz, propondo um diálogo inovador ao apresentar uma oficina de alfaiataria em funcionamento, com profissionais, tecidos, aviamentos e todo o maquinário de uma confecção.

Uma equipe de alfaiates e costureiras irá produzir uma coleção de trajes confeccionados sobre molduras vazias, criando retratos que interpretam ideias e desenhos da artista, por meio de seus próprios saberes e experiências. Modelar, cortar, alinhavar, costurar, passar e finalizar será a rotina testemunhada pelo público. A estimativa é que cerca de 30 obras sejam produzidas até o final da exposição.

A mostra dialoga com o espaço e com a história da Pinacoteca, já que instala uma oficina em um edifício que teve originalmente essa função, pois foi criado para ser a sede do Liceu de Artes e Ofícios de São Paulo, e fica localizado no bairro do Bom Retiro, tradicionalmente conhecido pelas oficinas de costuras, lojas de tecidos e confecções.

“Alfaiataria” foi exposta pela primeira vez no Bonnefanten Museum de Maastricht, na Holanda, de 2014 a 2015, como parte da individual da artista no Museu, durante a qual a mineira Laura Lima foi agraciada com o prestigiado prêmio Bonnefanten Award for Contemporary Art 2014. Na Pinacoteca, a exposição conta com o apoio da Escola de Alfaiataria.

A Pinacoteca de São Paulo é aberta ao público de quarta a segunda-feira, das 10h00 às 17h30, com permanência até às 18h, e fica localizada na Praça da Luz 2. Os ingressos custam R$6, com direito a meia-entrada para estudantes com carteirinha. Menos de 10 anos e maiores de 60 são isentos de pagamento, mediante apresentação de documento. Aos sábados, a entrada é gratuita para todos.

Fonte: Redação | Fotos: Reprodução