Renata Dal Forno do Moda Extra fala da importância da reformulação da marca

Há pouco mais de um ano e meio o Extra tomou a iniciativa de reformular sua área de estilo. Antes trabalhava com compradores e assistentes que negociavam coleções diretamente com os fornecedores, e agora tem coordenadoras de moda, mentes criativas que direcionam os enfoques das coleções.

Todas as marcas de moda do Extra foram reiniciadas e apresentadas para o público. Os consumidores buscam por roupas bonitas, de qualidade, com praticidade e um preço acessível. Renata Dal forno, designer integrante da equipe de estilo do Extra, conversou conosco para mostrar o que está por vir. Confira!

GJ: Como tudo começou?

Renata: Eu e a coordenadora de moda fomos contratadas para reformular as marcas. Criamos vários mundos, para o público adulto o Arktect, o Cast para os jovens, a linha Sport, de peças íntimas e a linha infantil – que vai de bebê até infanto-juvenil. Nós duas somos responsáveis por toda a parte de desenvolvimento das categorias, sempre visando atender o nosso público.

Observamos que os nossos concorrentes não realizavam a divisão de mundos e vimos a necessidade de fazer isso, assim como as especializadas.

Achamos interessante a proposta da moda dentro do hipermercado. Você vai lá comprar sua comida, seu eletrodoméstico e pode sair com o seu look também. Estamos reformulando algumas lojas neste novo formato especializado, mesmo.

GJ: Qual é o público do Extra?

Renata: Nossa loja não tem só um público específico, é formada pela classe C, com idades e estilos diversificados. Temos jovens, senhoras e mães que vão comprar roupas para crianças. Com a diversificação dos mundos atingimos todo esse pessoal.

GJ: Qual o próximo passo do Extra?

Renata: Estamos reformulando algumas lojas neste novo formato. Pensando que a moda esteja na entrada da loja. O consumidor vai ter que passar por lá para chegar a outras áreas. Ele precisa ver. Nosso projeto inclui ter todas as lojas no novo formato até o final do ano.

GJ: Sobre o processo de criação de vocês, quais locais foram visitados nas viagens?

Renata: Sempre iniciamos nossa pesquisa vendo as marcas concorrentes na internet, e também consultando os bureaux. A equipe então vai para Nova Iorque, Barcelona, e também para países da Ásia, como China e índia fazer toda a pesquisa. Nesses lugares trazemos produtos importados que não são confeccionados no Brasil por conta dos custos.

GJ: E em critérios de sustentabilidade, quais posturas têm tomado?

Renata: Estamos trabalhando com peças sustentáveis. A maior parte dos nossos confeccionistas está localizada no Sul, em Blumenau, Brusque e Araponga também. As lavanderias são próprias deles e os tecidos dos fornecedores, todos com o selo da Associação Brasileira do Varejo Têxtil (ABVTEX).

GJ: Quais estratégias diferenciais podem ser observadas nessa nova fase?

Renata: Trazemos produtos de qualidade com um preço muito acessível. Hoje você pode comprar um look completo no Extra e economizar muito. É um produto bom e que vai durar.  A nossa equipe comercial sempre consegue atender nossas expectativas.

GJ: E em termos de inclusão, o que apresentam para o público plus size?

Renata: Em toda a nossa coleção temos peças plus size para o público feminino. Normalmente a linha entra com dois ou três temas. Estamos reformulando a loja para que tenha esse espaço. Hoje em dia as pessoas não conhecem muito bem essa área, pois ela ainda não foi sinalizada. O novo projeto da loja conta com esse posicionamento bem visado dentro da loja.

GJ: Fale um pouco sobre as peças em jeans da coleção?

Renata: Na última coleção inserimos o denim dentro do Extra e contratamos uma consultora de estilo para trazer todo o mundo jeans para dentro do mercado. Ela fez todo o trabalho de reformulação, de lavagem, modelagem, tecidos, fornecedor, aviamento, tudo para o Extra.

Na coleção passada focamos na modelagem, e nessa na lavanderia. Fizemos dirty, amaciado, destroyed, todas essas lavagens que queremos apresentar aos nossos consumidores.

GJ: E qual o resultado nos lucros do hipermercado?

Renata: Desde o surgimento da Moda Extra, observamos um aumento de 30% nas vendas de roupas. Pretendemos lançar novas peças mensalmente. Não como uma especializada que traz novidades semanalmente, mas acompanhando as tendências de estilo.

Fonte: Beatriz Fleira | Fotos: Equipe Guia JeansWear e Moda Extra